Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8604
Title: Estudo da demanda da enfermaria do serviço de infectologia do Hospital Universitário Antonio Pedro no período de 1995 a 2016
Authors: Ferreira, Laura da Cunha
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Solange Artimos de
metadata.dc.contributor.advisorco: Setúbal, Sérgio
Issue Date: 2018
Citation: FERREIRA, Laura da Cunha. Estudo da demandas da enfermaria do Serviços de Infectologia do Hospital Universitário Antonio Pedro no período de 1995 a 2016. 2018. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018.
Abstract: Introdução: os dados que produzimos no trabalho médico do dia-a-dia raramente recebem um tratamento epidemiológico que, ultrapassando as necessidades clínicas do paciente individual, lhes permita contribuir para um diagnóstico coletivo. Estes dados próprios são, no entanto, de suma importância para uma melhor alocação de recursos humanos e materiais necessários à prestação de serviços médicos. A escassez de dados sobre este tema na literatura corrobora a importância de novos estudos sobre o assunto. O objetivo geral deste trabalho foi descrever e quantificar a demanda por admissões no Serviço de Infectologia do Hospital Universitário Antônio Pedro da Universidade Federal Fluminense, no período de 1995 a 2016. Métodos: trata-se de um estudo observacional retrospectivo. A população de estudo consistiu dos pacientes admitidos no Serviço de Infectologia de 1995 a 2016. Os dados foram obtidos do arquivo médico informatizado mantido pelo Serviço e, quando necessário, dos prontuários armazenados em papel pelo Hospital. O banco de dados assim construído foi formatado para o programa IBM-SPSS versão 18.0. Resultados: houve 4691 admissões de janeiro de 1995 a dezembro de 2016. A maior parte delas correspondeu a pacientes do sexo masculino (59%) provenientes de Niterói (39%) e São Gonçalo (36,4%). As principais causas de admissões foram, em ordem decrescente, aids (1312; 28,0%), causas não infecciosas (447; 9,5%), meningoencefalites (432; 9,2%), infecções de partes moles (427; 9,1%), tuberculose (272; 5,8%), pneumonias (212; 4,5%) e leptospirose (212; 4,5%). Houve 864 reinternações, a maior parte delas por aids (563; 65,2%). A mortalidade institucional caiu de 16,9% no primeiro biênio do estudo para 5,0% no último e foi máxima (23,7%) na faixa etária acima de 69 anos. A mortalidade entre os pacientes com aids caiu de mais de 40% para cerca de 5% durante o período de estudo. Houve uma importante queda da demanda devida a doenças preveníveis por vacinação, como sarampo, difteria, tétano, coqueluche e meningoencefalites. Conclusões: o Serviço de Infectologia sofreu, nas últimas duas décadas, um aumento da demanda exercida por causas não infecciosas e por pacientes na faixa etária acima de 50 anos. A principal conclusão foi que ocorreu uma redução da demanda exercida por doenças preveníveis por vacinação e por crianças e adolescentes, além de importante redução da mortalidade geral e por aids
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: the data we produce in everyday clinical work rarely receives an epidemiological treatment that, going further than the clinical needs of the individual patient, allows them to contribute to a collective diagnosis. These personal data are, however, extremely important for a better allocation of the human and material resources needed for providing medical services. The scarcity of data on this topic in the medical literature confirms the importance of new studies on the subject. The overall objective of this study was to describe and quantify the demand for admissions in the Infectious Diseases Service of the Hospital Universitário Antonio Pedro of the Universidade Federal Fluminense from 1995 to 2016. Methods: The study population consisted of patients admitted to the Infectious Diseases Service from 1995 to 2016. The data were collected from the computerized medical file maintained by the Service and, when necessary, from the paper medical records stored by the Hospital. The database so constructed was formatted for the IBM-SPSS software, version 18.0. Results: there were 4691 admissions from January 1995 to December 2016. Most patients were male (59.0%) from Niterói (39.0%) and São Gonçalo (36.4%). The main causes of admissions were, in descending order, AIDS (1312, 28.0%), noninfectious diseases (447, 9.5%), meningoencephalitides (432, 9.2%), soft tissue infections (427; 9.1%), tuberculosis (272, 5.8%), pneumonias (212, 4.5%) and leptospirosis (212, 4.5%). There were 864 readmissions, most of them due to aids (563, 65.2%). Institutional mortality fell from 16.9% in the first two years to 5.0% in the last two years of the study and was highest (23.7%) in the age group above 69 years. Mortality among AIDS patients decreased from more than 40% to approximately 5% over the study period. There was an important decrease in the demand due to vaccine-preventable diseases such as measles, diphtheria, tetanus, whooping cough and meningoencephalitides. Conclusions: In the last two decades the Infectious Diseases Service has experienced an increase in the demand due to non-infectious diseases and patients over the age of 50, and a reduction in the demand due to vaccine-preventable diseases and children and adolescents. There was also an important reduction in overall mortality
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8604
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LAURA DA CUNHA FERREIRA DISSERTAÇAO.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons