Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8606
Title: Efeito do pré-tratamento com sulfato de magnésio sobre a duração do bloqueio neuromuscular intenso e profundo com rocurônio: estudo clínico aleatório e duplamente encoberto
Authors: Micuci, Angelo Jorge Queiroz Rangel
metadata.dc.contributor.advisor: Cavalcanti, Ismar Lima
metadata.dc.contributor.advisorco: Figueiredo, Nubia Verçosa
metadata.dc.contributor.members: Lima, Giovanna Aparecida Balarini
Zamboni, Mauro Musa
Salgado Filho, Marcello Fonseca
Santos, Edmar José Alves dos
Diego, Luis Antônio dos Santos
Issue Date: 2018
Citation: MICUCI, Angelo Jorge Queiroz Rangel. Efeito do pré-tratamento com sulfato de magnésio sobre a duração do bloqueio neuromuscular intenso e profundo com rocurônio: estudo clínico aleatório e duplamente encoberto. 2018. 58 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018.
Abstract: CONTEXTO: O sulfato de magnésio é um importante medicamento adjuvante em anestesia. Em associação ao rocurônio, pode prolongar a duração do bloqueio neuromuscular. O bloqueio neuromuscular profundo é cada vez mais utilizado em procedimentos cirúrgicos laparoscópicos, onde tem demonstrado benefícios aos pacientes. OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi determinar a ação do sulfato de magnésio na duração do bloqueio neuromuscular intenso e profundo com rocurônio. MÉTODOS: Estudo clínico, aleatório e duplamente encoberto. Foram selecionados 60 pacientes submetidos à cirurgias otorrinolaringológicas eletivas sob anestesia geral. Foram tratados previamente à indução anestésica, com uma infusão intravenosa de 100 ml de soro fisiológico (grupo salina), ou com 60 mg/kg de sulfato de magnésio (grupo sulfato). A distribuição aleatoria foi realizada utilizando o programa GraphPad Prism QuickCalcs. Um bolus de rocurônio (0,6 mg/kg) foi administrado após perda de consciência. A função neuromuscular foi avaliada pela monitorização do adutor do polegar, medida pela sequência de quatro estímulos (SQE) com o monitor TOF Watch SX®. O protocolo de revisão de Estocolmo foi utilizado. Avaliou-se também o tempo de início de ação e o período sem resposta à SQE. RESULTADOS: As medianas (IIQ) das durações do bloqueio neuromuscular profundo foram: 20,31 (12,03 – 35,39) min e 18,27 (11,21 – 26,28) min no grupo sulfato de magnésio e no grupo salina, respectivamente (p = 0,1809). As medianas (IIQ) das durações do bloqueio neuromuscular intenso foram 21,68 (0,00 – 32,15) min e 0,00 (0,00 – 16,23) min (p = 0,0011) nos grupos sulfato de magnésio e salina, respectivamente. CONCLUSÃO: O sulfato de magnésio aumentou a duração do bloqueio neuromuscular intenso e o período sem resposta à SQE. Não houve diferença entre os grupos em termos de bloqueio neuromuscular profundo. Em pacientes tratados com sulfato de magnésio, a monitorização neuromuscular e a reversão adequada dos bloqueadores neuromusculares são essenciais
metadata.dc.description.abstractother: BACKGROUND: Magnesium sulphate is an important adjuvant drug in anaesthesia. In combination with rocuronium, it can enhance neuromuscular blockade. Deep neuromuscular blockade is increasingly used in laparoscopic surgical procedures, with promising patient outcomes. OBJECTIVES: The aim of this study was to determine the role of magnesium sulphate on the duration of deep and intense neuromuscular blockade with rocuronium. METHODS: Randomised, double-blind clinical study. Sixty patients scheduled to undergo elective otorhinolaryngological surgery under general anaesthesia were pre-treated with an intravenous infusion of either 100 ml saline (saline group), or 60 mg/kg magnesium sulphate (sulphate group), before induction of anaesthesia. Randomisation was performed using the GraphPad Prism QuickCalcs program. A rocuronium bolus (0.6 mg/kg) was administered after loss of consciousness. Neuromuscular function was assessed using acceleration of the thumb adductor, measured with the train-of-four (TOF) Watch SX® monitor. The Stockholm revision protocol was adopted. Neuromuscular outcome data included onset time and period of no response (no response to TOF). RESULTS: Median (IQR) durations of deep neuromuscular blockade were: 20.31 (12.03 – 35.39) min and 18.27 (11.21 – 26.28) min in the magnesium sulphate and saline groups, respectively (p = 0.1809). Median (IQR) durations of intense neuromuscular blockade were 21.68 (0.00 – 32.15) min and 0.00 (0.00 – 16.23) min (p = 0.0011) in the magnesium sulphate and saline groups, respectively. CONCLUSION: Magnesium sulphate increased the duration of intense neuromuscular blockade and the period of no response. There was no difference in patients in terms of deep neuromuscular blockade. In patients treated with magnesium sulphate, neuromuscular monitoring and adequate reversal are essential
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8606
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANGELO JORGE QUEIROZ RANGEL MICUCI DISSERTAÇÃO.pdf1.47 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons