Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8637
Title: Sexualidade (s) e Infância (s): Em defesa de uma educação sexual emancipadora
Authors: Ladeira, Thacio Azevedo
metadata.dc.contributor.advisor: Souza, Rolf Malungo de
Issue Date: 2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: O presente trabalho de conclusão de curso tem como objetivo discutir sobre a sexualidade na infância, problematizando a desconsideração da sexualidade quando relacionado a infância, propondo que a escola se posicione frente a questão e promova uma educação sexual que acolha as demandas da criança e desvele as representações de poder no âmbito da sexualidade, a fim de superá-las. Para isso, é realizada análise histórica e social da sexualidade na sociedade, apontando para as intenções do capital por trás das hierarquias construídas a respeito de gênero e sexualidade. Por meio de ARRIÈS (1981) e FREUD (1996), é feito uma discussão sobre a construção do que hoje compreendemos como criança e infância, argumentando que tais construções visam favorecer interesses políticos para manutenção da hegemonia. Como solução para superação dessas desigualdades, é proposto uma educação sexual emancipadora para que, desde a infância, os indivíduos possam assumir uma consciência de classe e lutar pela superação de opressões que se manifestam nos corpos, no gênero e nos desejos, resultado de uma padronização que privilegia a ideologia dominante.
metadata.dc.description.abstractother: The present work of course completion aims to discuss sexuality in childhood, problematizing the disregard of sexuality when related to childhood, proposing that the school should take a stand on the issue and promote a sexual education that embraces the demands of children and expose representations of power in the field of sexuality, in order to overcome them. For this, a historical and social analysis of sexuality in society is carried out, pointing to the intentions of the capital behind the constructed hierarchies regarding gender and sexuality. Through Arriès (1981) and Freud (1996), a discussion is made on the construction of what we now understand as children and childhood, arguing that such constructions are aimed at favoring political interests to maintain hegemony. As a solution to overcome these inequalities, an emancipatory sexual education is proposed so that, from childhood, individuals can assume a class consciousness and fight for the overcoming of oppressions that manifest in bodies, in gender and in desires, resulting from a standardization which favors the dominant ideology.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8637
Appears in Collections:PCP - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - THACIO - AZEVEDO.pdf682.44 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons