Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/865
Title: Estudo sobre as incrustações inorgânicas nos campos de petróleo
Authors: Vidal, Leonardo Alves
metadata.dc.contributor.advisor: Queiroz Neto, João Crisósthomo de
metadata.dc.contributor.members: Pardo, Arturo Rodrigo Ferreira
Vallejos Carrasco, Alfredo Moisés
Issue Date: 5-Nov-2015
Abstract: A formação de depósitos de sais inorgânicos, conhecidos na indústria como incrustação ou scale é um dos problemas mais importantes e sérios na garantia de escoamento que geralmente envolve os sistemas de injeção de água. Algumas vezes a incrustação limita ou bloqueia a produção de óleo ao obstruir a matriz da rocha, fraturas ou canhoneados. A incrustação pode ser depositada também em diversos equipamentos e facilidades de produção e injeção de água. Os tipos de incrustação mais comuns são os sulfatos de bário e estrôncio e os carbonatos de cálcio e magnésio. Enquanto os sulfatos são precipitados devido à mistura de água do mar, rica em sulfato, com a água conta, rica em íons de bário e estrôncio, os carbonatos são precipitados devido à mudança na saturação, que é muito sensível a mudanças na temperatura, pressão e pH. O objetivo deste trabalho é reunir as informações encontradas na literatura sobre as incrustações inorgânicas, através da realização de uma revisão bibliográfica que contém um breve resumo do tema, a abordagem do problema, os métodos de mitigação. Além de um estudo de caso de indicação de dois inibidores de incrustação em um campo com nome não revelado.
metadata.dc.description.abstractother: The formation of inorganic salt deposits, known as scale in oil industry, is one of the most serious and important flow assurance problems which injection systems are generally engaged in. Scale sometimes limits or blocks oil production by plugging the formation matrix, fractures or perforated intervals. Scale also deposits in several production and water injection equipments and facilities. The most common types of scale are barium and strontium sulfates, and calcium and magnesium carbonates. While sulfate scale precipitated due to a mixture of water from the sea, rich in sulfate, and brine rich in barium and strontium ions; carbonates are precipitated due to changes in saturation, which is very sensitive to changes in temperature, pressure and pH. The objective of this study is to gather the information found in the literature on the inorganic scale, by conducting a literature review that contains a summary of the topic, the approach to the problem, the mitigation methods. In addition to a case study of appointment of two scale inhibitors.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/865
Appears in Collections:TGO - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Leonardo Vidal.pdf1.28 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.