Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8668
Title: Avaliação da distribuição espaço-temporal da qualidade da água de um corpo hídrico hipersalino – laguna de Araruama – RJ
Authors: Vicente, Murilo de Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor: Wasserman, Júlio Cesar Faria de Alvim
metadata.dc.contributor.members: Barrocas, Paulo Rubens Guimarães
Silva Filho, Emmanoel Vieira da
Issue Date: 2018
Abstract: A laguna de Araruama é o maior corpo hídrico hipersalino do Brasil, situada em uma importante região turística da costa leste Fluminense. Durante as últimas décadas essa região experimentou um grande aumento de densidade demográfica, devido ao desenvolvimento da infraestrutura de acesso à região. No entanto, o aumento demográfico não foi acompanhado na mesma medida por intervenções de coleta e tratamento de efluentes domésticos, deste modo grandes volumes de esgoto in natura foram despejados diretamente na laguna nas últimas décadas. O presente trabalho teve como objetivo analisar a qualidade água entre os anos de 2010 e 2011 através da distribuição espacial de uma gama de parâmetros. Para tanto, foram utilizados dados fornecidos pelo Instituto Estadual do Ambiente (INEA), que após extensa mortandade de peixes em 2009 viu-se motivado à realização de uma densa campanha amostral. A amostragem pautou-se em 52 estações amplamente distribuídas por toda a laguna, cabe ressaltar que tamanha densidade amostral não é usual e é inédita para a laguna de Araruama. As coletas foram realizadas nos seguintes períodos: inverno de 2010 (dias 11, 25 e 27 de agosto de 2010), verão de 2010 (dias 30 de novembro de 2010, 01 e 13 de dezembro de 2010), inverno de 2011 (dias 28 e 29 de junho de 2011, 12 de julho de 2011), primavera de 2011 (dias 30 de agosto de 2011, 13 de setembro de 2011). Logo após uma mortandade de peixes foi realizada uma nova amostragem no verão de 2011 (dias 06 e 20 de dezembro de 2011). As mostras foram analisadas segundo normas internacionais pelo laboratório do INEA e os parâmetros analisados foram: condutividade, pH, resíduos sólidos não filtráveis, turbidez, oxigênio dissolvido, demanda bioquímica de oxigênio, amônio, nitrito, nitrato, orto-fosfato, fósforo total e coliformes termotolerantes. De maneira geral as distribuições espaciais dos elementos obedeceram a variáveis climáticas e padrões de circulação hidrodinâmica. Sendo assim, a parte extrema oeste da laguna mostrou-se mais sensível a alterações no padrão de qualidade da água, por ser uma região de menor intensidade hidrodinâmica e por receber as maiores contribuições alóctones do sistema. Entretanto foi observada a formação de um gradiente leste-oeste de condutividade, com os menores valores para condutividade no oeste da laguna. As concentrações de coliformes encontradas nesta região estão possivelmente associadas ao aporte de efluentes e à baixa salinidade. As altas concentrações de oxigênio dissolvido e as baixas de demanda bioquímica de oxigênio indicam baixa probabilidade de anoxia do ambiente. As concentrações de nutrientes observadas apresentaram baixos valores, no entanto foi possível observar regiões em que valores de concentrações mais marcantes foram observados, caso do canal de Itajuru. De acordo com o presente estudo é possível concluir que a maior fonte de nutrientes para laguna parece ser de origem antrópica através do lançamento de efluentes e a sazonalidade associada ocupação desordenada possuem papéis preponderantes na qualidade da água da laguna de Araruama
metadata.dc.description.abstractother: The Araruama lagoon is the larger water hypersaline body of Brasil, located in an important touristic region of the Fluminense east coast. During the last decades this region experienced a huge increase in demographic density, due the development of access infrastructure in this zone. However, the demographic increase was not followed in the way by the interventions in the collection and treatment of the sewage, that way large volumes of in natura sewage was discharged in the lagoon over the last decades. The aim of this present work was analyzed the water quality by the spatial distribution of several parameters. Therefore, were used data provided by the Environment State Institute (INEA), that after an extensive fish kill in 2009 was motivated to realize a dense sample campaign. The sampling was based on 52 stations largely spread for all over lagoon. The collections were carried out in the following periods: winter 2010 (August 11, 25 and 27, 2010), summer 2010 (November 30, 2010, December 01 and 13, 2010), winter 2011 2011 (June 28 and 29, 2011, July 12, 2011), spring 2011 (August 30, 2011, September 13, 2011). Right after a fish kill was performed a new sampling in summer 2011 (December 6 and 20, 2011). The samples were analyzed according to international standards by the INEA laboratory and the parameters analyzed was: conductivity, pH, total suspended solids, turbidity, dissolved oxygen, biochemical oxygen demand, ammonium, nitrite, nitrate, orto-phosphate, total phosphorous and thermotolerant coliforms. In general, the spatial distributions of the elements obey the climatic variables and hydrodynamics circulation patters. Therefore, the extreme west part of the lagoon demonstrates more sensibility to changes in the water quality, for being a region of less hydrodynamics intensity and for receiving the greater contributions of the watershed. However, was observed the formation of conductivity gradient in east west direction, with the lower values for conductivity in the west of the lagoon. The coliforms concentrations found in this region was possibly associated with sewage inputs and low salinity. The high concentrations of dissolved oxygen and low biochemical oxygen demand indicates a low probability of system anoxia. Nutrients concentrations presented low values, however was possible to note regions with remarkable values, case of Itajuru channel. According with this present work is possible to conclude that the major nutrient source for the lagoons seems to be anthropogenic through the discharge of effluents and seasonality associated with disordered occupation have preponderant roles in the water quality of the Araruama lagoon
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8668
Appears in Collections:PPG-GEO - Teses e Dissertações



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons