Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8676
Title: Adequação de um Amortecedor Hidráulico de Mola a Gás a uma Muleta Canadense
Authors: Silva, Leisson Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor: Leta, Fabiana Rodrigues
metadata.dc.contributor.members: Martins, José Luiz Ferreira
Monteiro, Ulisses Admar
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: As tecnologias assistivas possibilitam que pessoas com disfunções de variados níveis recuperem suas habilidades e possam se reinserir de forma ativa no meio social. O uso de muletas canadense como estratégia de locomoção permanente ou transitória se mostra um desafio para o usuário, pois os membros superiores não são preparados para receber cargas oriundas da deambulação assistida, provocando dor e lesões de vários níveis em toda a sua estrutura com maior incidência sobre as articulações. O surgimento de lesões pode inviabilizar o uso do recurso, impossibilitando a locomoção. Diferentes metodologias de desenvolvimento e análise vem sendo empregadas na tentativa de conceber dispositivos que alterem os comportamentos dinâmicos das cargas durante a marcha, no entanto se mostram rudimentares pela baixa efetividade de resposta. A proposta deste estudo se fundamenta no desenvolvimento e analise experimental de um sistema de amortecimento a partir de um amortecedor hidráulico de mola a gás, que permita ser incorporado a uma muleta comercial com observância aos preceitos dispostos na norma (ISO11334-1, 2007) que regulamenta a fabricação de muletas. Testes foram realizados para obter as informações características do sistema massa-mola-amortecedor. Os resultados apontam que ocorrerá um deslocamento de 5mm no amortecedor, com um usuário de 75kg andando a 1,55m/s, dentre outras condições, e indica as premissas para a escolha de um amortecedor a partir de um catálogo de um fabricante a ser adaptado a uma muleta.
metadata.dc.description.abstractother: Assistive technologies enable people with dysfunctions of varying levels to regain their abilities and to actively reinsert themselves in the social environment. The use of lofstrands as a permanent or transitory locomotion strategy is a challenge for the user, since the upper limbs are not prepared to receive loads from assisted walking, causing pain and lesions of various levels throughout their structure with higher incidence on the joints. The appearance of injuries can make the use of the resource unfeasible, making it impossible to move. Different methodologies of development and analysis have been used in the attempt to design devices that alter the dynamic behavior of loads during gait, but they are rudimentary because of the low effectiveness of response. The proposal of this initial study is based on the development and experimental analysis of a damping system from a spring-to-gas hydraulic damper, allowing it to be incorporated into a commercial lofstrand according to the precepts set forth in the standard (ISO11334-1, 2007) which regulates the manufacture of crutches. Tests are performed to obtain the information characteristic of the mass-spring-damper system. The results indicate that it is a displacement of 5mm without shock absorber, with a user of 75kg walking at 1.55m / s, having other conditions, being indicated as premises for the choice of a shock absorber from a catalog of a manufacturer to be adapted one a lofstrand.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8676
Appears in Collections:TGM - Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.