Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/869
Title: A geração Y e o mercado de trabalho: percepções dos alunos do curso de turismo da Universidade Federal Fluminense
Authors: Bittencourt, Flora Thamíris Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor: Castro, Carolina Lescura de Carvalho
metadata.dc.contributor.members: Valduga, Manoela Carrillo
Fonseca Filho, Ari da Silva
Issue Date: 6-Nov-2015
Abstract: As organizações estão inseridas em um ambiente altamente competitivo, no qual se denomina hoje de Era Informacional. Essa acirrada competitividade tem promovido mudanças nas empresas e entre elas, destaca-se a maneira como o comportamento dos indivíduos é gerido. Atualmente, nota-se a busca de um modelo de gestão de pessoas capaz de não apenas valorizar e reter os melhores talentos na organização, mas, sobretudo, gerenciar de modo harmônico a diversidade presente no espaço laboral. Considera-se que as empresas possuem uma pluralidade de indivíduos com características distintas, tais como raça, etnia, gênero, idade, entre outras, que influenciam, de maneira significativa, a dinâmica de suas gestões. Trazendo esses aspectos para a realidade do Turismo, destaca-se o quanto é importante compreender como essas gerações, especialmente a geração Y, estão se inserido no mercado de trabalho. Assim, o objetivo geral deste trabalho compreende pesquisar as percepções da geração Y com relação ao mercado de trabalho. Para seu cumprimento, foi realizada uma pesquisa bibliográfica e empírica, sendo esta última de caráter qualitativo, empregando-se o método do grupo focal. Os principais resultados obtidos foram o singular modo de trabalhar da geração Y dentro das organizações, a incompreensão das demais gerações frente às particularidades e atuações da geração Y no contexto organizacional e o distanciamento existente entre Curso de Turismo da Universidade Federal Fluminense com a realidade do mercado de trabalho.
metadata.dc.description.abstractother: The organizations are inserted in a highly competitive environment in which today is called Informational Era. This fierce competition has promoted changes in and between companies, highlights the way people's behavior is managed. Currently, there is a search for a model of people management can not only enhance and retain the best talent in the organization, but especially harmoniously manage this diversity in the work space. It is considered that companies have a plurality of individuals with different characteristics, such as race, ethnicity, gender, age, among others, which influence significantly the dynamics of its efforts. Bringing these aspects to the reality of Tourism, stands out how important it is to understand how these generations, especially Generation Y, are inserted in the labor market. Thus, the objective of this work includes researching the perceptions of Generation Y with respect to the labor market. For its fulfillment, a literature and qualitative empirical research was conducted using the method of focus group. The main results were the natural way of working Millennials within organizations, the incomprehension of other generations ahead of the special features and performances of Generation Y in the organizational context and the existing gap between Course Tourism of Universidade Federal Fluminense and reality of the labor market.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/869
Appears in Collections:SGT - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
260 - Flora Bittencourt.pdf1.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.