Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/875
Title: Percepção e prática dos profissionais da Estratégia de Saúde da Família sobre educação permanente em saúde: um estudo na ótica da pesquisa ação
Authors: Lopes, Vinícius de Figueiredo
metadata.dc.contributor.advisor: Andrade, Marilda
metadata.dc.contributor.members: Santos, Maria da Soledade Simeão dos
Gouvêa, Mônica Villela
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Lopes, Vinícius de Figueiredo. Percepção e prática dos profissionais da Estratégia de Saúde da Família sobre educação permanente em saúde: um estudo na ótica da pesquisa ação. 2014. 66 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde)-Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014
Abstract: Este estudo focaliza a Educação Permanente em Saúde (EPS) na Estratégia de Saúde da Família (ESF). Trata-se de uma pesquisa descritiva de abordagem quantiqualitativa e com proposta de pesquisa ação. O cenário do estudo foi a Unidade de Saúde da família do Pilar, no município de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, onde estão localizadas as Equipes de Saúde da Família Pilar III, IV e V. A presente pesquisa possui os seguintes objetivos: conhecer a potencialidade para o processo de EPS nestas equipes e seu vínculo com a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde; descrever como os profissionais desta unidade de saúde da família entendem e definem a EPS; discutir participativamente possíveis facilidades/ dificuldades para a implantação/manutenção da EPS nestas equipes de saúde da família; e produzir um de plano de intervenção para implementação/manutenção da EPS nestas equipes, de acordo com as diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Inicialmente os dados foram coletados por realização de entrevista semiestruturada e grupo focal no período de 25 de novembro de 2013 a 31 de março de 2014. O tratamento dos dados ocorreu de acordo com a análise do discurso do sujeito coletivo de Lefèvre e Lefèvre (2003). O estudo apontou que existia, nesta unidade, uma confusão de conceitos por parte dos trabalhadores da ESF dentro da amostragem no que tange as diferentes estratégias educativas. A Educação Permanente em Saúde, a Educação Continuada em Saúde e a Educação Popular em Saúde eram tratadas, de certa forma, como sinônimas e não tinham os seus pressupostos definidos de forma clara para todos. As principais dificuldades apontadas foram as condições de trabalho precárias e a falta de incentivo da gestão para as atividades de EPS. Como facilidades, foram as atividades de educação em saúde serem realizadas de acordo com o cotidiano de trabalho. Foi produzido e implementado um plano de intervenção local com os participantes do estudo. A EPS demonstrou grande potencial a partir da discussão crítica que possibilitará às equipes elaborarem suas linhas de cuidado na lógica do sujeito (profissional e usuário)
metadata.dc.description.abstractother: This study focuses on the Permanent Health Care Education (EPS) in the Family Health Strategy (ESF). This is a descriptive study with mixed methods and has action research as a proposal. The study setting was the Unidade de Saúde da família do Pilar in Duque de Caxias - RJ, where the Family Health Teams Pillar III, IV and V are located.This study has the following objectives: to understand the potential of the process of Permannet Health Care Education in these teams and their connection with the National Policy on Permannet Health Education; to describe how professionals in this family health unit understand and define Permannet Health Care Education; to discuss participatively possible proficiencies/difficulties for the implementation/maintenance of Permannet Health Care Education in these family health teams; to construct a plan of action for implementation/maintenance of Permannet Health Care Education in these teams according to the guidelines of the National Policy for Permannet Health Care Education. Originally, data was collected by conducting semi-structured interviews. The data handling was performed in accordance with the analyses of the Collective Subject Discourse Lefèvre and Lefèvre (2003).The study pointed out that, in this health care unit, there was conceptual misunderstandings among the staffs of the Family Health Strategy within the sample of this study regarding the different educational strategies, the Permanent Health Care Education, Continuing Education in Health, and Popular Education in Health were treated somewhat interchangeably and their assumptions were not clearly defined for everyone.The main uncovered difficulties were poor working conditions and a lack of encouragement from management for EPS activities; on the other hand, the encountered proficiencies were activities of health education being accomplished in accordance with the everyday work demands of this unity A local plan of interventions with study participants was produced and implemented. The EPS showed great potential from the critical discussions that will enable these teams to develop their care trajectory in the logic of the subject (professional and user)
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/875
Appears in Collections:MPES - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vinícius de Figueiredo Lopes.pdf852.44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.