Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8797
Title: Síndrome metabólica na atenção primária: diferentes critérios e a associação com a alteração da repolarização do ventrículo esquerdo identificada no eletrocardiograma
Authors: Nunes, Samon Henrique
metadata.dc.contributor.advisor: Rosa, Maria Luiza Garcia
metadata.dc.contributor.advisorco: Zajdenverg, Lenita
metadata.dc.contributor.members: Rosa, Maria Luiza Garcia
Baltar, Valeria Troncoso
Zajdenverg, Lenita
Penna, Maria Lucia Fernandes
Filho, Rubens Antunes da Cruz Filho
Yokoo, Edna Massae
Issue Date: 2014
Citation: NUNES, Samon Henrique. Síndrome metabólica na atenção primária: diferentes critérios e a associação com a alteração da repolarização do ventrículo esquerdo identificada no eletrocardiograma. 2014. 47 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014.
Abstract: Introdução: A Síndrome Metabólica (SM) é composta por um conjunto de componentes, sendo eles gordura abdominal, nível de triglicérides elevado, baixo nível de lipoproteínas de alta densidade de colesterol (HDL), pressão arterial alta, e glicemia de jejum em níveis elevados. Sua fisiopatologia parece envolver a hiperinsulinemia, que está fortemente associada com a obesidade, atribuída principalmente a inflamação do tecido adiposo e disfunção com subsequente liberação de citocinas inflamatórias. As DCV são as principais causas de mortalidade em todo o mundo. Devido ao aumento da obesidade e SM , estima-se que a morbidade e mortalidade por DCV deverá aumentar ainda mais, o que representa um enorme risco para a saúde pública de todo o mundo. Objetivos: Avaliar, em indivíduos cadastrados do Programa Médico de Família, qual o critério de diagnóstico da SM que mais se associa à presença de alteração da repolarização do ventrículo esquerdo (ARV), identificada pelo eletrocardiograma, e testar se essa associação persiste quando há o controle pela hipertensão e obesidade. Métodos: Estudo observacional, transversal de 632 indivíduos atendidos pelo PMF da cidade de Niterói-RJ, com idade entre 45 e 99 anos, dados obtidos de agosto de 2011 a agosto de 2012. A SM foi definida pelos critérios NCEP-ATP III, IDF e JIS. A alteração no ECG estudada foi a ARV. Discussão: No presente estudo observou-se que os 23 indivíduos que atenderam somente ao critério JIS para classificação da SM apresentaram maior razão de prevalência de ARV identificada pelo ECG, brutas e ajustadas. Nenhum desses indivíduos apresentou alteração na circunferência de cintura ou IMC maior ou igual a 30. Houve maior prevalência da SM no sexo feminino, corroborando achados anteriores, e esse excesso deveu-se ao critério IDF. Conclusão: O critério JIS mostrou-se mais útil para rastrear o risco para DCV, seguido do IDF e NCEP-ATP III. O achado que indivíduos diagnosticados com SM, exclusivamente pelo critério JIS, apresentaram maior prevalência de ARV, que aqueles sem SM, independentemente da hipertensão e obesidade abdominal, sugere que a presença de três ou mais alterações (SM), excede o risco das alterações considerados isoladamente
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The Metabolic Syndrome (MetS) is composed of a set of components, namely abdominal fat, high level of triglycerides, low high-density lipoprotein cholesterol (HDL), high blood pressure, and fasting glucose at high levels. Its pathophysiology may involve hyperinsulinemia, which is strongly associated with obesity, mostly attributed to adipose tissue inflammation and dysfunction with subsequent release of inflammatory cytokines. Cardiovascular diseases are the leading causes of mortality worldwide. Due to the increase in obesity and MetS, it is estimated that the morbidity and mortality due to CVD expected to further increase, which represents a huge risk to public health worldwide. Objectives: To evaluate the subjects enrolled in the Family Health Program, the criterion for diagnosis of MetS most frequently associated with the presence of repolarization of the left ventricle, identified by electrocardiogram, and test whether this association persists when controlling for hypertension and obesity. Methods: Observational, transverse 632 individuals assisted by PMF in Niterói - RJ, aged between 45 and 99 years old, from August 2011 to August 2012, MetS was defined by criteria NCEP-ATP III, IDF and JIS. The alteration in the ECG was studied the alteration in left ventricular repolarization. Discussion: In the present study it was observed that only 23 individuals who met the criteria for classification of JIS MetS showed higher prevalence ratio of ARV identified by ECG, crude and adjusted. None of these individuals showed a change in waist circumference or greater than or equal to 30 BMI. Prevalence of MetS was higher in females, confirming previous findings, and this excess was due to the IDF criteria.Conclusion: The JIS criteria proved more useful to track the risk for CVD, followed by IDF and NCEP-ATP III. The finding that individuals diagnosed with MetS, only the criterion JIS, had higher prevalence of ARV, those without MetS, regardless of hypertension and abdominal obesity, which suggests the presence of three or more alterations (MetS), exceed the risk of changes considered alone
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8797
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO - 83.pdf983.37 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.