Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8809
Title: Itinerários de vida: um olhar sobre o uso de ansiolíticos entre mulheres jovens
Authors: Vargas, Annabelle de Fátima Pereira Modesto
metadata.dc.contributor.advisor: Maksud, Ivia Maria Jardim
metadata.dc.contributor.members: Maksud, Ivia
Azize, Rogério Lopes
Uziel, Anna Paula
Brandão, Elaine Reis
Dresch, Virginia
Issue Date: 2014
Citation: VARGAS, Annabelle de Fátima Pereira Modesto. Itinerários de vida: um olhar sobre o uso de ansiolíticos entre mulheres jovens. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014.
Abstract: Esta dissertação investiga, a partir de uma perspectiva antropológica, a utilização de medicamentos ansiolíticos por mulheres jovens. A partir de entrevistas com moradoras da cidade de Niterói-RJ, integrantes das chamadas camadas médias urbanas, buscou-se compreender os diferentes significados atribuídos a esses medicamentos. Através da análise dos ―itinerários de vida‖ das jovens discute-se as relações entre gênero e o uso de ansiolíticos, a construção de explicações para a saúde mental, o papel da internet e da mídia como possíveis difusoras de sintomas e a relação com os chamados ―especialistas da cura‖. A pesquisa evidenciou como são elaborados os esquemas de utilização e partilha dos medicamentos, podendo-se concluir que estes possuem um duplo papel na vida das jovens: ora são encarados como ferramentas fundamentais para o processo de cura e ora são vistos como objeto de consumo fácil. O Rivotril apresenta-se como um representante paradigmático dos ansiolíticos por sua evidência midiática e frequência com que aparece nas histórias. Destaca-se, então, a necessidade de novas pesquisas sobre a utilização de medicamentos por jovens, por ser um campo ainda pouco explorado
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation investigates, from an anthropological perspective, the use of anxiolytic drugs by young women. By interviewing residents from the town of Niterói - RJ, members of the so-called urban middle-class, it was attempted to understand the different meanings attributed to those drugs.Through the analysis of the ―life paths" of young women, issues such as the relation between gender and anxiolytic use, explanations for mental health, the role of the internet and media as possible symptom diffusers and the relation to so-called "cure experts" are discussed. The research showed how schemes for use and distribution of the drugs are designed, which allowed the conclusion that such drugs present a double role in the lives of young people: at times, seen as fundamental tools for the healing process, at times considered objects for easy consumption. Rivotril is presented as a paradigmatic representative of anxiolytics due to its media exposure andhow often it appears in narratives. The need for further research on the use of drugs by young people is stressed, for it consists in a still poorly explored field. Keywords: Young women. Anxiolytics. Rivotril
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8809
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO - 100.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.