Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8858
Title: Distribuição espacial da hanseníase no Brasil: revisão sistemática da literatura
Authors: Silva, Cláuffer Luiz Machado
metadata.dc.contributor.advisor: Fonseca, Sandra Costa
metadata.dc.contributor.advisorco: Kawa, Hélia
metadata.dc.contributor.members: Silva, Cláuffer Luiz Machado
Issue Date: 2015
Citation: SILVA, Cláuffer Luiz Machado. Distribuição espacial da hanseníase no Brasil: revisão sistemática da literatura. 2015. 76 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2015.
Abstract: hanseníase, ainda hoje, é um sério problema para a saúde pública nos países em desenvolvimento e o Brasil é o segundo país em número de casos no mundo. O objetivo desse trabalho foi analisar a distribuição espacial dos casos de hanseníase no Brasil. Foi realizada uma revisão bibliográfica, seguindo alguns passos preconizados para revisões sistemáticas. As bases eletrônicas utilizadas foram a Lilacs e Medline e, após todo o processo de seleção, obtivemos 33 trabalhos para a revisão: 30 artigos e 3 dissertações. Do total de trabalhos, três abordavam o Brasil, cinco estudaram a região Norte ou estados da região Amazônica, nove focalizaram o Nordeste, quatro o Centro-Oeste e doze a região Sudeste. Como fonte de dados para os casos de hanseníase, o SINAN foi hegemônico e, dentre os indicadores epidemiológicos da doença, o mais utilizado foi o coeficiente de detecção de casos novos (CDH). O ano de publicação variou de 1995 a 2014, e o período de realização dos estudos se concentrou nas décadas de 90 e 2000. Vários artigos exploraram a associação entre a distribuição espacial da hanseníase e condições socioeconômicas, demográficas, e ambientais. Os resultados mostraram que o comportamento da doença é muito heterogêneo entre as localidades. Houve queda da incidência no coeficiente global de detecção e entre os menores de 15 anos, mas algumas regiões permaneceram com alta endemicidade durante todo o período do estudo: Centro-Oeste, Norte e Nordeste. A distribuição e o risco de adoecimento estão diretamente relacionados às condições de vida da população. A melhoria no acesso aos serviços de saúde se mostrou associada ao aumento do coeficiente de detecção em algumas regiões
metadata.dc.description.abstractother: Leprosy, even today, is a serious problem for public health in developing countries and Brazil is the second in the number of cases in the world. The aim of this study was to analyze the spatial distribution of leprosy cases in Brazil. A bibliographical review was carried out following some steps recommended for systematic reviews. The electronic databases used were Lilacs and Medline, and after the whole process of selection, we obtained 33 studies for review: 30 articles and 3 dissertations. Among the, three addressed Brazil, five studied in the northern region or the Amazon region, nine focused on the Northeast, four in the Midwest, and twelve the Southeast. Data source for cases of leprosy was mainly SINAN; among the epidemiological indicators of the disease, the most used was new case detection rate. The year of publication ranged from 1995 to 2014, and the period of studies were concentrated in the decades of 90 and 2000. Several articles have explored the association between spatial distribution of leprosy and socioeconomic, demographic, and environmental indexes. The results showed that the behavior of the disease is very heterogeneous between locations. There was a decrease on the overall detection rate and among children under 15 years-old, but some regions remained with a high endemic level throughout the study period: Midwest, North and Northeast. The distribution and the risk of disease are directly related to the living conditions of the population. Improved access to health services was associated with the increase in the detection rate in some regions
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8858
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CLÁUFFER LUIZ MACHADO SILVA DISSERTAÇAO.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons