Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8863
Title: Análise morfométrica do crescimento do crânio de ratos submetidos à desnutrição no período de lactação
Authors: Pires, Lucas Alves Sarmento
metadata.dc.contributor.advisor: Babinski, Marcio Antonio
metadata.dc.contributor.advisorco: Gameiro, Vinicius Schott
metadata.dc.contributor.members: Santos, Alair Augusto Sarmet Moreira Damas dos
Issue Date: 2019
Citation: PIRES, Lucas Alves Sarmento. Análise morfométrica do crescimento do crânio de ratos submetidos a desnutrição no período de lactação. 2019. 56 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: A desnutrição é um problema de saúde pública mundial. Dados da Organização Mundial de Saúde relatam que aproximadamente um quarto das crianças menores que 5 anos possuem alguma forma de retardo em seu crescimento. Estudos experimentais demonstram alterações estruturais, metabólicas e funcionais em diversos sistemas causadas pela desnutrição materna durante o período gestacional e durante o período de aleitamento. No entanto, há escassez na literatura a respeito dos efeitos crônicos da desnutrição durante o período de lactação no tecido ósseo. O objetivo deste trabalho é verificar as alterações morfométricas do crânio de ratos Wistar adultos cujas progenitoras foram desnutridas durante a lactação. Trinta e seis ratos recém-nascidos foram divididos em três grupos: grupo controle, no qual a mãe recebeu dieta comercial regular contendo 23% de proteína em quantidades ilimitadas; grupo restrição proteico-calórica, no qual a mãe recebeu uma dieta comercial contendo 8% de proteína em quantidades ilimitadas; o grupo com restrição calórica, no qual a mãe recebeu uma dieta comercial contendo 23% de proteína em quantidades limitadas. Essas dietas foram administradas somente durante o período de amamentação. Após o desmame, todos os ratos receberam a mesma dieta que o grupo controle até os 180 dias de idade. Em seguida, os ratos foram eutanasiados, seus crânios foram excisados e mensurados através de imagens radiográficas e paquímetro digital. Posteriormente, seus crânios foram descalcificados com ácido nítrico (5%) e amostras histológicas foram obtidas. A espessura do crânio, o número de lacunas vazias e o tamanho destas lacunas foram verificados. Foi realizado o teste ANOVA seguido pelo teste de Newman-Keuls para fins de comparação. Observou-se que o crânio dos grupos restrição de proteíco-calórica e restrição calórica foi menor em relação ao grupo controle, assim como a análise histológica demonstrou menor espessura do násion e bregma do grupo restrição proteíco-calórica quando comparados com o grupo controle. Em resumo, a desnutrição materna durante o período de lactação causou efeitos em longo prazo na morfologia craniana de ratos Wistar. Estes efeitos não puderam ser revertidos após a regulação da dieta
metadata.dc.description.abstractother: Malnutrition is a global public health problem. Data from the World Health Organization report that approximately one quarter of children under the age of 5 have some form of retardation in their growth. Experimental studies demonstrate structural, metabolic and functional changes in several tissues caused by maternal malnutrition during the gestational period and during the lactation period. However, there is a lack in the literature regarding the chronic effects of malnutrition during the lactation period in bone tissue. Thirty-six newborn Wistar rats were divided into three groups: control group, in which the mother received a regular commercial diet containing 23% of protein in unlimited amounts; protein-energy restriction group, in which the dam received a commercial diet containing 8% of protein in unlimited amounts; the energy restricted group, in which the dam received a commercial diet containing 23% of protein in limited amounts. After weaning, all rats received the same diet as the control group until 180 days of age. Then, the rats were euthanized; their skulls were excised and measured by radiographic images and digital caliper. Subsequently, their skulls were decalcified with nitric acid (5%) and histological samples were obtained. The thickness of the skull, the number of empty lacunae and the size of these lacunae were verified. The ANOVA test was performed, followed by the Newman-Keuls test for comparison purposes. It was observed that the cranium of the protein-calorie restriction and caloric restriction groups was smaller in relation to the control group. The histological analysis also demonstrated a reduced thickness of the nasion and bregma from the protein-calorie restriction group when compared with the control group. In summary, maternal malnutrition during the lactation period had long-term effects on the cranial morphology of Wistar rats. These effects could not be reversed after dietary regulation
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8863
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LUCAS ALVES SARMENTO PIRES DISSERTAÇÃO.pdf2.07 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons