Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8918
Title: Ressonâncias éticas, estéticas e políticas da desinstitucionalização na produção do cuidado em saúde mental: Em análise a experiência da Associação Cabeça Firme no município de Niterói
Authors: Marins, Tânia Maria de Lemos
metadata.dc.contributor.advisor: Franco, Túlio Batista
metadata.dc.contributor.members: Franco, Túlio Batista
Amarante, Paulo Duarte de Carvalho
Porto, Marco Antônio Teixeira
Issue Date: 2013
Citation: MARINS, Tânia Maria de Lemos. Ressonâncias éticas, estéticas e políticas da desinstitucionalização na produção do cuidado em saúde mental: em análise a experiência da Associação Cabeça Firme no município de Niterói. 2013. 190 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói. 2013.
Abstract: O presente estudo inscreve-se na temática da produção do cuidado e traz como objeto a experiência da Associação Cabeça Firme (ACF) - que teve lugar no município de Niterói (RJ), no período de 1989 a 2005 –, sob a perspectiva de problematizar as ressonâncias éticas, estéticas e políticas da desinstitucionalização no processo de produção do cuidado no contexto de uma rede social ativada pela referida Associação. É cartografada a experiência da Associação Cabeça Firme - em seu processo de construção de uma rede de cuidado voltada para a realização de ações inclusivas dirigidas aos usuários de serviços de saúde mental - que teve como objetivo construir condições de possibilidade para o convívio com a loucura no contexto da cidade, a partir de itinerários marcados por acolhimento e solidariedade. Tais itinerários, externos à rede de serviços de saúde mental instituídos, indicam a tessitura de vínculos estabelecidos entre o grupamento da saúde mental e diversas instâncias da cidade, de forma cotidiana. Os dados utilizados na pesquisa são narrativas, imagens e documentos que constam de acervo pessoal que registra ações realizadas pelo coletivo de atores envolvidos nos projetos da ACF. As categorias analíticas adotadas no estudo são os modos relacionais e saberes inscritos, os elementos estéticos como expressão do coletivo, e os fatores de desmedicalização da loucura observados na experiência da ACF. O conceito de desinstitucionalização coloca-se como tema contextualizador da pesquisa e orienta as discussões em torno de aspectos que se fazem presentes na Reforma Psiquiátrica Brasileira e no Movimento da Luta Antimanicomial, quais sejam: território, processos de subjetivação e modos de resistência, redes de produção do cuidado e formação em saúde mental
metadata.dc.description.abstractother: This being research is located in the thematic field of care production and has as the object of study the experience at the Associação Cabeça Firme (ACF) – which took place in the county of Niterói (RJ), within the period of 1989 to 2005 – under the perspective of problematizing the ethic, aesthetic and political resonances of the de-institutionalization on the process of care production on the context of a social networking activated by the mentioned association (ACF). It is mapped the experience of the ACF – in its process of building up a networking of care aiming inclusive actions turned to users of the mental health services – which had the goal of constructing conditions of possibility of living with the madness in the city context, from the itineraries known by sheltering and solidarity. These itineraries, external to the instituted networking services of mental care, indicate a range of connections established between the mental health sheet and various instances of the city, as a daily practice. The data used in this research are narratives, images and documents which state of a personal archive which registers actions taken by the collective of actors involved in the ACF projects. The analyzing categories adopted in this study are the interactions modes and enrolled knowledge, the aesthetic elements as an expression of the collective, and the de-medicalization factors of the madness observed in the ACF experience. The concept of de-institutionalization puts itself as a contextualizing theme of the research and guides the discussions about the aspects which are in the Brazilian Psychiatric Reform and in the Movimento da Luta Antimanicomial (Movement of the Fight against Mental Asylum), which are: territory, process of subjectivities and resistance modes, care production networking and mental health training
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8918
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TÂNIA MARIA DE LEMOS MARINS DISSERTAÇÃO.pdf6.14 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons