Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8944
Title: A cartografia da produção do cuidado na rede de atenção ao transtorno mental infanto-juvenil no município de São Gonçalo
Authors: Vidal, Isabela Andrade
metadata.dc.contributor.advisor: Franco, Túlio Batista
metadata.dc.contributor.members: Franco, Túlio Batista
Gomes, Maria Paula Cerqueira
Ramminger, Tatiana
Issue Date: 2013
Citation: VIDAL, Isabela Andrade. A cartografia da produção do cuidado na rede de atenção ao transtorno mental infanto-juvenil no município de São Gonçalo. 2013. 92 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2013.
Abstract: Este estudo tem como desafio a análise da rede de saúde mental, através dos fluxos que a atravessam, que atendem aos usuários infanto-juvenis, com diagnóstico de transtornos mentais graves, tendo como ponto de partida o Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência, CAPSI, no Município de São Gonçalo, considerando como eixo central a micropolítica na produção de cuidados nas práticas de saúde, sob a óptica de usuários, familiares, trabalhadores e gestores do SUS. Partindo da premissa que a Saúde Pública e a Saúde Mental transitam num mesmo plano, que vem a ser um plano de intervenção tecno-política no processo de subjetivação do indivíduo em sofrimento, o presente projeto pretende discutir as relações entre “aquele que cuida e aquele que é cuidado”, no sentido de revelar a potência que emerge nessas relações. Possui como objetivo principal mapear as diferentes modalidades de atenção em saúde mental, visando, assim, revelar o comprometimento e a articulação das ações desenvolvidas na produção de cuidado às pessoas em sofrimento psíquico, em consonância, com as políticas públicas de saúde, tendo como base a Reforma Psiquiátrica. Nessa construção de conhecimento serão privilegiados alguns eixos de análise tomados aqui, como possíveis norteadores de uma nova práxis, sejam eles: trabalho vivo em ato, construção da subjetividade, humanização e práticas de integralidade, implicadas com a vida e o cuidado que a permeia. A partir desta cartografia da produção de cuidados em saúde mental, busca-se adentrar nas composições de afetos e as suas múltiplas interconexões no campo da Atenção Psicossocial, desvendar as subjetividades construídas e reveladas no cotidiano dos sujeitos em ato. Sendo assim, esta análise, busca captar a dimensão pulsante presente nos encontros, desencontros, atravessamentos que perpassam as relações dos sujeitos envolvidos no cenário do cuidado em saúde. Neste estudo, cartografar é “trilhar caminhos, em que o pesquisador não tem a priori,é utilizar a sensibilidade como fio condutor”
metadata.dc.description.abstractother: This paper takes on the challenge of analyzing the mental health network, by means of the flows that cross its path, which take care of children and young adults diagnosed with severe mental conditions, and takes as a starting point the Pediatric and Adolescent Psychosocial Care Center, or CAPSI (Centro de Atenção Psicossocial da Infância e Adolescência in Portuguese), in São Gonçalo. It regards the micro politics in the production of services in health care practices as a central axis, from the users’, relatives’, as well as SUS (Unified Health System) workers and managers’ perspective. Assuming that Public Health Care System and Mental Health System walk hand in hand together in the same plan, which happens to be a techno political intervention plan for the suffering individual’s process of subjectification, this project aims to discuss the relationship between “caregivers and care recipients”, by revealing the power emerging from these relationships. Its main purpose is to map out the distinct modes of service in the mental health sector, thus seeking to show the commitment and development of the actions developed to take care of people who suffer from mental illnesses, in accordance with public healthcare policies, having the Psychiatric Reform as a stepping stone. A few analytical axes shall particularly benefit from this joint effort to seek knowledge, as possible guides towards a new praxis, namely: live work, construction of subjectivity, humanization and integrality practices, related to the life and care involved in it. From this map of mental health care services, we seek to dive further in the construction of affections and its multiple connections in the field of Psychosocial care, to unveil the subjectivities built and revealed in the everyday lives of the subjects in question here. Therefore, this analytical effort aims to seek the beating dimension present on the fortuitous and failed and intertwined encounters that permeate the relationships of the subjects involved in the health care background. On this paper, to map out is to “walk on paths previously unknown by the researcher, and to let sensitivity guide such practice”
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8944
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO - 116.pdf537.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.