Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8947
Title: Interação entre pré-hipertensão e obesidade na incidência de hipertensão em adultos assistidos pelo Programa Médico de Família de Niterói, Brasil
Authors: Velasco, Daniéster Coelho Braga
metadata.dc.contributor.advisor: Rosa, Maria Luiza Garcia
metadata.dc.contributor.members: Rosa, Maria Luiza Garcia
Cunha, Delma Maria
Martins, Wolney de Andrade
Issue Date: 2013
Citation: VELASCO, Daniéster Coelho Braga. Interação entre pré-hiperetensão e obesidade na incidência de hipertensão em adultos assistidos pelo Programa Médico de Família de Niterói, Brasil. 2013. 86 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2013.
Abstract: A Hipertensão Arterial Sistêmica é uma condição clínica multifatorial definida pela pressão arterial sistólica >140 mmHg e pressão arterial diastólica >90mmHg. Considerada um problema de saúde pública, é altamente prevalente e um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares. Diversos fatores são considerados contribuintes para seu desenvolvimento, entre eles a obesidade e a pré-hipertensão. O objetivo do estudo foi verificar a existência de interação biológica (aditiva) entre obesidade e pré-hipertensão na incidência de hipertensão em adultos assistidos pelo Programa Médico de Família de Niterói. Trata-se de um estudo de coorte retrospectiva, a partir dos dados do Estudo CAMELIA cuja linha de base ocorreu entre julho de 2006 e dezembro de 2007, com famílias assistidas pelo Programa Médico de Família (PMF) de Niterói. Entre julho e dezembro de 2011, retornou-se aos 13 módulos do PMF para consulta aos prontuários, coletando-se informações sobre uso de medicamentos, medidas, resultados de exames e novos diagnósticos após a visita de linha de base. A amostra final é de 264 adultos, livres de hipertensão na linha de base, com intervalo entre as duas coletas de 12 meses ou mais, e com idade média de 39,1 (DP 12,0). Progrediram para hipertensão 68 indivíduos (25,7%), sendo que entre os pré-hipertensos 39,3% e obesos 34,8% evoluíram para a doença. As OR, brutas e ajustadas, apresentaram maior expressão no efeito combinado dos fatores de risco, do que nos efeitos isolados dos mesmos. Sob a perspectiva da interação aditiva, a obesidade apresentou interação com a pré-hipertensão para desenvolvimento da hipertensão (RERI ajustado = 4,1); e, dos casos de hipertensão arterial causados pela pré-hipertensão e obesidade, a interação foi responsável por 60% (AP ajustado=0,6). Adicionalmente estiveram associados à incidência de hipertensão arterial a baixa escolaridade (OR= 1,8; IC 95% 1,0- 3,1), fumo (OR=1,8; IC 95% 1,0 - 3,2), HDL (OR=2,0; IC 95% 1,1 - 3,4), triglicerídeos (OR=2,6; IC 95%1,3 - 5,3), ácido úrico (OR=3,1; IC 95% 1,0 - 9,2) e diabetes (OR=3,9; IC 95% 1,7 - 9,4). O estudo aponta para o conhecimento dos fatores de risco para incidência de hipertensão arterial a partir de uma perspectiva de análise pouco explorada. Os resultados desta análise apontam para a necessidade de uma especial atenção na abordagem preventiva para os portadores das duas condições, pré-hipertensão e obesidade
metadata.dc.description.abstractother: The Hypertension is a multifactorial clinical condition defined by systolic blood pressure> 140 mmHg and diastolic blood pressure> 90 mmHg. Considered a public health problem, is highly prevalent and a major risk factor for cardiovascular disease. Several factors are considered contributors to its development, including obesity and prehypertension. The aim of the study was to verify the existence of interaction between obesity and prehypertension in the incidence of hypertension in adults assisted by the Family Doctor Program of Niterói. This is a retrospective cohort study, based on data from Study CAMELIA whose baseline occurred between July 2006 and December 2007, with families assisted by the Family Health Program (PMF) in Niteroi. Between July and December 2011, he returned to the 13 modules of the PMF to hospital records, collecting information about drug use, measures, test results and new diagnoses after the baseline visit. The final sample of 264 adults free of hypertension at baseline, with a minimum time interval between the two data collections of 12 months, with a mean age of 39.1 (SD 12.0). 68 individuals progressed to hypertension (25.7%), while among pre-hypertensive and obese 39.3% 34.8% progressed to the disease. The OR, gross and adjusted, showed higher expression in the combined effect of risk factors, than in the isolated effects of the same. From the perspective of additive interaction, obesity showed interaction with prehypertension to hypertension development (adjusted RERI = 4.1), and cases of hypertension caused by pre-hypertension and obesity, the interaction was responsible for 60 % (adjusted AP = 0.6). Additionally were associated with incidence of hypertension to lower education (OR = 1.8, 95% CI 1.0 to 3.1), smoking (OR = 1.8, 95% CI 1.0 to 3.2), HDL (OR = 2.0, 95% CI 1.1 - 3.4), triglycerides (OR = 2.6, 95% CI 1.3 to 5.3), uric acid (OR = 3.1, CI 95% from 1.0 to 9.2) and diabetes (OR = 3.9, 95% CI 1.7 to 9.4). The study points to the knowledge of risk factors for incidence of hypertension from an analytical perspective underexplored. The results of this analysis point for the need of special attention to preventive approach for patients with both conditions, pre-hypertension and obesity.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8947
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO - 117.pdf1.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.