Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8986
Title: Com a palavra os adolescentes: intervenção participativa em saúde sexual e reprodutiva em um território de vulnerabilidade social no município de Paraíba do Sul - RJ
Other Titles: With the word adolescents: participatory intervention in sexual and reproductive health in a territory of social vulnerability in the city of Paraíba do Sul - RJ
Authors: Scoralick, Graziela Barbosa Freitas
metadata.dc.contributor.advisor: Daher, Donizete Vago
metadata.dc.contributor.members: Brito, Irma da Silva
Cursino, Emília Galindo
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Scoralick, Graziela Barbosa Freitas. Com a palavra os adolescentes: intervenção participativa em saúde sexual e reprodutiva em um território de vulnerabilidade social no município de Paraíba do Sul - RJ. 2018. 140 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2018
Abstract: A adolescência é uma fase da vida permeada por mudanças, desafios, vivências e expectativas sociais diversas. Destacam-se transformações emocionais, cognitivas, sociais e corporais, além das mudanças relacionadas aos relacionamentos afetivos e a sexualidade. Este estudo apresenta como problema de pesquisa a "A maneira como os adolescentes de um território com situações de vulnerabilidades sociais vivenciam a saúde sexual e reprodutiva". O objeto é a saúde sexual e reprodutiva de adolescentes que vivem em um território de vulnerabilidade. A justificativa se ancora na importância de realização de estudos que abordem a sexualidade e a saúde sexual e reprodutiva de adolescentes de forma coletiva e participante. A escolha para a realização da pesquisa ação participante com adolescentes se deu por solicitação dos atores sociais educadores e profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF). Este é um se coloca como relevante por poder traçar o diagnóstico social e epidemiológico do território e, coletivamente, poder propor intervenções que gerem ganho de qualidade de vida a este grupo social. A literatura aponta estudos que abordam sexualidade e o direito reprodutivo e sexual do adolescente, porém em nenhum foi abordado a inclusão dos atores sociais do ambiente escolar e da equipe de ESF dando ao estudo a característica de pesquisa ação participativa. A questão que norteia esse estudo é: É possível ampliar o conhecimento dos adolescentes sobre saúde sexual e reprodutiva por meio de intervenções em saúde? O objetivo geral é conhecer a saúde sexual e reprodutiva de adolescentes que vivem em um território de vulnerabilidade social por meio do Precede-procced. Objetivos específicos são: analisar os diagnósticos social, epidemiológico, comportamental e ambiental, organizacional e educacional, político e administrativo do território onde vivem estes adolescentes com base no Modelo Precede-proceed; Levantar o diagnóstico do território onde vivem estes adolescentes com base no Modelo Precede - Proceed; Implementar intervenções educativas junto aos adolescentes para o manejo do seu cuidado em saúde sexual e reprodutiva; Avaliar o Impacto da intervenção no conhecimento de adolescentes acerca da saúde sexual e reprodutiva. Os participantes desta pesquisa ação participante em saúde foram: adolescentes de 12 a 18 anos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Tim Lopes, localizada no bairro Santa Josefa na cidade de Paraíba do Sul - RJ. Como metodologia o estudo é qualitativo, do tipo estudo de caso de orientação construtivista como abordagem participativa. O método foi a Pesquisa Baseada na Comunidade: Precede - proceed. Os instrumentos de coleta de dados foram: pesquisa documental, questionário, World Café e grupo Focal. A análise dos dados foi por meio de triangulação dos dados e categorização por aproximação temática e metodológica. Foi utilizada a ferramenta on line wordle.net para análise dos grupos focais e dos World Café. Os resultados finais apresentaram dados de situação social e de saúde, que são diagnósticos importantes para o planejamento das ações das equipes de Estratégia Saúde da Família em parceria com a escola e outros setores da sociedade civil. O território estudado apresenta vulnerabilidades sociais como a pobreza, a desigualdade social e os riscos ambientais a quais os domicílios estão expostos. Quanto aos indicadores de saúde constatou-se que a gravidez na adolescência é uma realidade nesse cenário, assim como a incidência de DST´s como a sífilis. Como considerações finais o estudo demonstrou relevância científica para futuras pesquisas com a abordagem participativa que explorem a temática saúde sexual e reprodutiva e tragam a compreensão dos fatores sociais, econômicos, culturais e sua relação com o comportamento e a vivência de adolescentes, com intuito de nortear políticas públicas de saúde que dêem conta de alcançar a população de adolescentes que vivem em situações de vulnerabilidades
metadata.dc.description.abstractother: Adolescence is a phase of life permeated by changes, challenges, experiences and diverse social expectations. Emotional, cognitive, social and corporal transformations are highlighted, as well as changes related to affective relationships and sexuality. This study presents as a research problem the "How the adolescents of a territory with situations of social vulnerabilities experience sexual and reproductive health". The object is the sexual and reproductive health of adolescents living in a territory of vulnerability. The justification is anchored in the importance of conducting studies that address sexuality and the sexual and reproductive health of adolescents in a collective and participatory manner. The choice for conducting the participatory action research with adolescents was given at the request of the social educators and professionals of the Family Health Strategy (ESF). This is one that stands out as relevant for being able to trace the social and epidemiological diagnosis of the territory and, collectively, to be able to propose interventions that generate gain of quality of life to this social group. The literature points to studies that address sexuality and the reproductive and sexual right of the adolescent, but in none was it approached the inclusion of the social actors of the school environment and the FHS team giving the study the characteristic of participatory action research. The question that guides this study is: Is it possible to increase adolescents' knowledge about sexual and reproductive health through health interventions? The general objective is to know the sexual and reproductive health of adolescents who live in a territory of social vulnerability through Precede-procced. Specific objectives are: to analyze the social, epidemiological, behavioral and environmental, organizational and educational, political and administrative diagnoses of the territory where these adolescents live based on the Precede-proceed Model; Raise the diagnosis of the territory where these adolescents live based on the Precede Model - Proceed; Implement educational interventions with adolescents to manage their care in sexual and reproductive health; To evaluate the impact of the intervention on the knowledge of adolescents about sexual and reproductive health. Participants in this study were: adolescents 12 to 18 years of age from the 6th to 9th grade of the Tim Lopes Municipal School, located in the Santa Josefa neighborhood of the city of Paraíba do Sul - RJ. As methodology, the study is qualitative, of the case study type of constructivist orientation as a participatory approach. The method was Community Based Research: Precede - proceed. The instruments of data collection were: documentary research, questionnaire, World Café and Focal group. Data analysis was done through triangulation of data and categorization by thematic and methodological approach. The online wordle.net tool was used to analyze focus groups and the World Café. The final results presented social and health situation data, which are important diagnoses for planning the actions of the Family Health Strategy teams in partnership with the school and other sectors of civil society. The studied territory presents social vulnerabilities such as poverty, social inequality and the environmental risks to which the homes are exposed. Regarding the health indicators, it was verified that teenage pregnancy is a reality in this scenario, as well as the incidence of STDs such as syphilis. As final considerations the study demonstrated scientific relevance for future researches with the participatory approach that explore sexual and reproductive health issues and bring understanding of social, economic and cultural factors and their relationship with adolescents' behavior and experience in order to guide public health policies that account for reaching the population of adolescents living in situations of vulnerability
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/8986
Appears in Collections:PACCS - Dissertações - Niterói

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Graziela Barbosa Freitas Scoralick.pdf62.1 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons