Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9063
Title: Percepção de estudantes sobre a atuação do enfermeiro com familiares de pacientes psiquiátricos no momento da internação: contribuição para a formação profissional
Authors: Neves, Érica Cristina Fonseca
metadata.dc.contributor.advisor: Tavares, Cláudia Mara de Melo
metadata.dc.contributor.members: Tavares, Cláudia Mara de Melo
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Neves, Érica Cristina Fonseca. Percepção de estudantes sobre a atuação do enfermeiro com familiares de pacientes psiquiátricos no momento da internação: contribuição para a formação profissional. 2011. 53f. Trabalho de Conclusão de curso (Graduação em Enfermagem) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: Família é um grupo de pessoas capazes de interagir entre si e de compartilhar significados acerca de suas experiências existenciais, inseridos na sociedade, trazendo consigo valores, crenças e condutas singulares, construídos ao longo do tempo. O fato de ter que conviver com um membro portador de sofrimento mental traz, para esse núcleo familiar, e principalmente para o seu cuidador direto, muitas mudanças, sentimentos negativos e principalmente estresse emocional, resultando em sobrecarga. O momento da internação de um paciente psiquiátrico é um dos mais delicados, pois não traz sofrimento apenas para ele, mas, também para os familiares que o cuidam. Devido a esses fatores, fez-se necessário avaliar o apoio emocional ofertado a esses familiares pelos enfermeiros, no campo da prática de Saúde Mental, e se a graduação oferece base suficiente para que esse suporte ocorra. Essa pesquisa tem como objetivos: Identificar e analisar a percepção dos estudantes sobre a atuação do enfermeiro junto à família de pacientes psiquiátricos por ocasião da internação psiquiátrica e discutir a atuação do enfermeiro junto a familiares, tendo como base o seu ensino na graduação. Os sujeitos da pesquisa eram 27 alunos da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa cujo requisito fundamental para responder o questionário era que os mesmos já houvessem passado pela disciplina Concepções e práticas de saberes em saúde mental. O estudo de acordo com os objetivos é do tipo descritivo, a abordagem que se utilizou foi a quanti-qualitativa. Os dados foram coletados utilizando um questionário composto por perguntas abertas e fechadas no período de agosto a outubro de 2011. A análise quantitativa e a categorização das falas foram realizadas a partir da das respostas dos sujeitos. No conteúdo quantitativo os aspectos abordados foram: Interação de alunos com familiares de paciente sob seus cuidados; acolhimento dado ao familiar do paciente pelo aluno; contribuição da graduação de Enfermagem para o conhecimento do aluno acerca do apoio emocional a ser dado aos familiares; possibilidade de interação com familiares de pacientes psiquiátricos em campo de estágio; apoio emocional, realizado pelos alunos, em relação ao familiar do paciente psiquiátrico e observação, feita pelos alunos, sobre a abordagem dos enfermeiros aos familiares de pacientes psiquiátricos na internação. Já no conteúdo qualitativo as seguintes categorias emergiram: “descaso”, “importância de ofertar apoio emocional”, “orientar e esclarecer”, “ter sensibilidade”, “ter calma e tranqüilidade”. De acordo com os resultados, faz-se necessário estimular o aluno da graduação a interagir com familiares de pacientes psiquiátricos, para que dessa forma possam sentir-se preparados para ofertar apoio aos mesmos no momento da internação do seu familiar, portador de transtorno mental, diminuindo assim seu estresse emocional.
metadata.dc.description.abstractother: Family is a group of people can interact and share meanings about their existential experiences, integrated into society, bringing with them values, beliefs and behaviors unique, built over time. The fact of having to live with a psychiatric patient member brings to this family, and especially for your direct caregiver, many changes, mostly negative feelings and emotional stress, resulting in overload. The admission of a psychiatric patient is one of the most delicate, because not only brings suffering to him, but also family members that care. Due to these factors, it was necessary to assess the emotional support offered to these families by nurses in the field of mental health practice, and offers a degree sufficient basis to support that this occurs. This research aims to: Identify and analyze the perceptions of students about the role of a nurse in the family of psychiatric patients at the psychiatric hospital and discuss the role of a nurse with the family, based on his teaching degree. The subjects were 27 students of the School of Nursing Aurora Afonso Costa whose key requirement was to answer the questionnaire that they had already gone through the discipline of knowledge conceptions and practices in mental health. The study is consistent with the objectives of the descriptive, the approach that was used was the quantitative and qualitative. Data were collected using a questionnaire composed of open and closed questions in the period from August to October 2011. Quantitative analysis and categorization of the speeches were made from the responses of the subjects. In the content quantitative aspects were addressed: Interaction of students with families of patients under their care; welcome given to the patient's family by the student; contribution to the undergraduate nursing student's knowledge about the emotional support to be given to family members, possibility of interaction with families of psychiatric patients in the training field, emotional support, performed by students in relation to the patient's family and psychiatric observation, made by students on the approach of nurses to the families of psychiatric patients in hospital. In the qualitative content of the following categories emerged: "neglect", "importance of offering emotional support," "direct and clear," "be sensitive", "be calm and tranquility". According to the results, it is necessary to stimulate the graduate student to interact with the families of psychiatric patients, so that way they can feel prepared to offer support for them at the time of hospitalization of their family, mental patients, thus decreasing their emotional stress.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9063
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tcc Érica Cristina Fonseca Neves.pdf251.15 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.