Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9067
Title: Ensinar para cuidar: o enfermeiro e o familiar do cliente em quimioterapia
Authors: Magalhães, Elisa Monteiro
metadata.dc.contributor.advisor: Espírito Santo, Fátima Helena do
metadata.dc.contributor.members: Espírito Santo, Fátima Helena do
Souza, Maria das Graças Gazel de
Ferreira Junior, Josemar
Ayd, Sabrina
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Magalhães, Elisa Monteiro. Ensinar para cuidar: o enfermeiro e o familiar do cliente em quimioterapia. 2011. 52f. Trabalho de Conclusão de curso (Graduação em Enfermagem) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: Estudo descritivo, natureza qualitativa e do tipo estudo de caso que teve como objeto a trajetória do familiar do cliente oncológico em tratamento quimioterápico e como objetivos: descrever a trajetória do familiar acompanhante com o cliente em quimioterapia antineoplásica;Identificar as necessidades desse familiar acompanhante frente ao cliente em quimioterapia antineoplásica; discutir as possibilidades de cuidado de enfermagem a esse familiar acompanhante. A coleta de informações envolveu a observação simples e em seguida, a realização das entrevistas semi-estruturadas com 21 familiares acompanhantes de clientes submetidos à quimioterapia no setor de quimioterapia do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). Concluímos que à trajetória do familiar, pudemos constatar que muitos dos familiares não esperavam receber o diagnóstico de câncer e menos que seus entes teriam que se submeter a quimioterapia. A necessidade desses familiares eram geralmente relacionadas aos efeitos indesejáveis ocasionados pela quimioterapia, pois muitos não sabiam exatamente quais eram as reações que seus entes sofreriam e quando se deparavam com a situação, não sabiam o que fazer, pois não informação para realizar um cuidado adequado. Quanto às possibilidades de cuidado do enfermeiro junto a esse familiar, podemos destacar o apoio emocional e a informação. Percebemos que a enfermagem é importante na comunicação, pois houve relatos que seria de grande ajuda, se houvesse alguém junto a eles oferecendo apoio, palavras de conforto, ou seja, melhorando o vínculo familiar-profissional. Além disso, alguns familiares relataram a importância de um profissional para orientá-los, esclarecendo dúvidas sobre a quimioterapia, os cuidados que eles teriam que ter em domicílio após o tratamento, diminuindo, muitas vezes, a ansiedade causada por falta de informação e de atenção adequados
metadata.dc.description.abstractother: Descriptive study, qualitative and case study that had as its object the path of the client's family in cancer chemotherapy and as objectives: to describe the family of the passenger with the customer in cancer chemotherapy; Identify the needs of the family against the accompanying customer in cancer chemotherapy; discuss the possibilities of nursing care to this family companion. Data collection involved the simple observation, and then the realization of semi-structured interviews with 21 family caregivers of clients undergoing chemotherapy in the field of chemotherapy at the University Hospital Antônio Pedro (HUAP). We conclude that the trajectory of the family, we found that many of the family did not expect to be diagnosed with cancer and their loved unless they have to undergo chemotherapy. The need for these families were generally related to the undesirable effects caused by chemotherapy, as many did not know exactly what were the reactions that their loved suffer and when faced with the situation, did not know what to do, because no information to perform a proper care. The possibilities of care the nurse next to that family, we can highlight the emotional support and information. We realize that nursing is important in communication, because there were reports that would be helpful if there was someone next to them offering encouragement, words of comfort, improving family ties and professional. In addition, some family members reported the importance of a professional to guide them, clarifying questions about chemotherapy, the care that they would have at home after treatment, decreasing often the anxiety caused by lack of information and attention appropriate.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9067
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tcc Elisa Monteiro Magalhães.pdf1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.