Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9094
Title: Ser mulher... e mãe: percepção de gestantes hospitalizadas acerca das ações da equipe de enfermagem no incentivo ao autocuidado
Authors: Silva, Mariane Raquel da Costa Souza e
metadata.dc.contributor.advisor: Vieira, Bianca Dargam Gomes
metadata.dc.contributor.members: Vieira, Bianca Dargam Gomes
Leão, Diva Cristina Morett Romano
Barbosa, Márcio Santos
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Silva, Mariane Raquel da Costa Souza e. Ser mulher... e mãe: percepção de gestantes hospitalizadas acerca das ações da equipe de enfermagem no incentivo ao autocuidado. 2012. 102f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2012.
Abstract: Este estudo buscou identificar a percepção de gestantes hospitalizadas acerca das ações da equipe de Enfermagem no incentivo ao autocuidado. Tem como objetivos: Aclarar como a gestante hospitalizada percebe-se como mulher; Identificar como essa gestante percebe as ações da equipe de Enfermagem no incentivo ao autocuidado e Elucidar como essas ações da equipe de Enfermagem refletem na sua qualidade de vida. O estudo foi realizado no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP-UFF), na unidade de Maternidade, que assiste gestantes de alto risco, de março a abril de 2012. Caracteriza-se como pesquisa do tipo estudo de caso, de caráter exploratório, com abordagem qualitativa. Os depoimentos, obtidos através de entrevista semi-estruturada, permitiram a ampliação do conhecimento da percepção de dez gestantes de alto risco hospitalizadas em relação à assistência de Enfermagem quanto ao autocuidado, assim como a experiência do processo da gestação e as modificações na vida da mulher/mãe, emergindo categorias de acordo com a classificação dos discursos. O estudo apontou que a equipe de Enfermagem compreende a gestante de risco no seu processo, porém, sua condição de mulher durante a gestação não é privilegiada, principalmente em relação ao autocuidado; e que a educação em saúde e a comunicação durante a atenção às gestantes podem promover a qualidade de vida da mesma, e servir como recurso para o fortalecimento de suas potencialidades, além de prover suporte para que se sintam apoiadas em suas necessidades.
metadata.dc.description.abstractother: This study sought to identify the perception of hospitalized pregnant women about the actions of nursing staff in encouraging self-care. Its objectives are: Lighten hospitalized pregnant as it is perceived as a woman, identify how the pregnant woman perceives the actions of nursing staff in encouraging self-care and elucidate how these actions reflect the nursing staff in their quality of life. The study was conducted at the University Hospital Antônio Pedro (HUAP-UFF), the Maternity Unit, which assists high-risk pregnancy, March-April 2012. It is characterized as a research case study, exploratory, qualitative approach. The statements obtained through semi-structured, allowed the expansion of knowledge of perception of ten high-risk pregnant women hospitalized in relation to nursing care and self-care, as well as the experience of the process of pregnancy and the changes in women's lives / mother, emerging categories according to the classification of speeches. The study found that nursing staff understand the risk of pregnancy in the process, however, his condition of women during pregnancy is not privileged, especially in relation to self-care, and health education and communication during the care during pregnancy can promote quality of life of it, and serve as a resource for strengthening their capabilities, and provide support so that they feel supported in their needs.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9094
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tcc Mariane Raquel da Costa Souza e Silva.pdf494.02 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.