Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9099
Title: Conhecimentos e práticas contraceptivas de adolescentes que apresentam gravidez recorrente não planejada
Authors: Vargas, Nathalia da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Alves, Valdecyr Herdy
metadata.dc.contributor.advisorco: Costa, Simoni Furtado da
metadata.dc.contributor.members: Alves, Valdecyr Herdy
Costa, Simoni Furtado da
Machado, Maria Estela Diniz
Issue Date: 2011
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Vargas, Nathalia da Silva. Conhecimentos e práticas contraceptivas de adolescentes que apresentam gravidez recorrente não planejada. 2011. 79f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Enfermagem) – Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Universidade Federal Fluminense, 2011.
Abstract: O número de adolescentes grávidas vem aumentando anualmente e a recorrência da gravidez ainda nesta fase de desenvolvimento, se torna cada vez mais banal. É comum encontrar tanto em salas de aula quanto em quartos de hospital, meninas que estão passando pela experiência da maternidade. O objeto deste estudo é o conhecimento de adolescentes que apresentam gravidez recorrente não planejada, acerca das práticas contraceptivas. Como objetivos propôs-se traçar o perfil de adolescentes que tenham em seu histórico o episódio gravidez recorrente não planejada e identificar o grau de conhecimento de adolescentes que apresentam gravidez recorrente não planejada, a respeito dos métodos contraceptivos preconizados nas políticas públicas de saúde. É um estudo de natureza descritiva e abordagem qualitativa, com análise temática. Os resultados revelaram que, embora as adolescentes conheçam os principais métodos contraceptivos, não os utilizam, ou utilizam de maneira incorreta. A simples apresentação dos métodos contraceptivos não é suficiente para que uma adolescente decida qual deles deve utilizar. É preciso que um programa de educação sexual completo e eficiente seja implantado, visando a redução dos casos de gravidez recorrente não planejada. As adolescentes precisam conhecer os métodos, receber informações acerca das vantagens e desvantagens de cada um, para então, optar por aquele que melhor se adapta a sua realidade de vida. A assistência à saúde da adolescente deve acontecer antes destas se apresentarem grávidas. Para isto, deve-se proporcionar serviços atraentes, que despertem interesse, onde são viabilizadas oportunidades de reflexão, discussão entre questões biológicas, sociais e educação para a sexualidade. As intervenções de enfermagem precisam ser ampliadas para auxiliar as adolescentes grávidas e às mães adolescentes na realização do papel materno e na construção de projetos futuros, além do cuidado com o seu bebê.
metadata.dc.description.abstractother: The number of teenage pregnancies is increasing annually and recurrent pregnancy even at this stage of development, is becoming more commonplace. It is common to find both in classrooms and in hospital rooms, girls who are going through the experience of motherhood. The object of this study is the knowledge of adolescents with recurrent unplanned pregnancy, about contraceptive practices. As proposed aims to trace the profile of adolescents who have the episode in his history recurring unplanned pregnancy and to identify the degree of knowledge of adolescents with recurrent unplanned pregnancy, regarding the recommended contraceptive methods in public health policies. It is a study of descriptive and qualitative approach to thematic analysis. The results revealed that although adolescents know the main methods of contraception, do not use them, or used incorrectly. The simple presentation of contraceptive methods is not enough for a teen decide which one to use. We need a sex education program is implemented fully and effectively in order to reduce the recurring cases of unplanned pregnancy. Adolescents need to know the methods, receive information about the advantages and disadvantages of each, and then, choose one that best fits your reality of life. The teenager's health care needs to happen before they present themselves pregnant. For this, we must provide services attractive to arouse interest, which are made possible opportunities for reflection, discussion questions between biological, social and education for sexuality. Nursing interventions need to be expanded to assist pregnant teens and teenage mothers in achieving the maternal role and construction of future projects, in addition to caring for their baby.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9099
Appears in Collections:EEAAC - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tcc Nathalia da Silva Vargas.pdf421.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.