Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9129
Title: Ruptura do tendão do quadríceps em hemodialisados: resultados cirúrgicos e análise dos fatores de risco
Authors: Malta, Luís Marcelo de Azevedo
metadata.dc.contributor.advisor: Lugon, Jocemir Ronaldo
metadata.dc.contributor.advisorco: Gameiro, Vinicius Schott
metadata.dc.contributor.members: Olej, Beni
Albuquerque, Rodrigo Sattamini Pires e
Barretto, João Maurício
Issue Date: 2015
Citation: MALTA, Luis Marcelo de Azevedo. Ruptura do tendão do quadríceps em hemodialisados: resultados cirúrgicos e análise dos fatores de risco. 2015. 60 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2015.
Abstract: Introdução: Relatos de ruptura espontânea do tendão do quadríceps em pacientes com doença renal em estágio de falência funcional são escassos, e a avaliação de fatores de risco para ruptura do tendão não é realizada na maioria dos trabalhos. O objetivo do presente estudo é relatar uma série de pacientes em hemodiálise com rupturas espontâneas do tendão do quadríceps operados em nossa instituição. São descritos os resultados do tratamento cirúrgico e analisados os fatores de risco eventualmente associados à ruptura. Métodos: O estudo consistiu da análise retrospectiva dos prontuários dos pacientes. Os achados clínicos e laboratoriais do grupo operado foram comparados com os de um grupo controle de pacientes em hemodiálise pareados por idade, sexo e tempo em hemodiálise, mas sem ruptura do tendão. Resultados: Entre 1998 e 2010, seis pacientes portadores de doença renal em estágio de falência funcional com onze rupturas espontâneas do tendão do quadríceps foram tratados em nossa instituição. Na avaliação pós-operatória todos os pacientes foram capazes de caminhar sem muletas após seis meses de seguimento ambulatorial, e não houve novas rupturas neste período. Sorologia positiva para hepatite C esteve presente em dois casos (33%), mas em nenhum dos controles (p=0,034). Os níveis séricos médios de paratormônio intacto (iPTH) e fosfatase alcalina também estavam mais altos nos casos (p=0,013 e p=0,034, respectivamente). Em contraste, os níveis séricos médios de albumina, ferritina e hemoglobina estavam menores nos casos (p=0,008, p=0,043 e p=0,016, respectivamente). Conclusões: A cirurgia reconstrutiva é o método de escolha para restaurar a função do joelho em pacientes com doença renal e rupturas do tendão do quadríceps. Nossos casos apresentaram níveis mais elevados de iPTH e fosfatase alcalina do que os pacientes do grupo controle, reforçando o papel do hiperparatireoidismo secundário na gênese da ruptura. Os casos também tiveram uma maior frequência de hepatite C e níveis mais baixos de albumina e hemoglobina em relação aos controles, sugerindo que a inflamação crônica pode ser um fator de risco potencial para a ruptura do tendão
metadata.dc.description.abstractother: Background: Reports of spontaneous quadriceps ruptures in end-stage renal disease (ESRD) patients are scarce, and the assessment of risk factors for tendon rupture is poorly addressed in the majority of the studies. The purpose of the present study is to report a series of patients on haemodialysis with spontaneous quadriceps tendon ruptures operated at our institution. The results of the surgical treatment are described and the potential risk factors associated with the rupture are analysed. Methods: Our study consisted of retrospective analysis of patient’s charts. Clinical and laboratory findings of the operated group were compared to the ones of a control group of haemodialysis patients matched by age, gender, and time on haemodialysis, but without tendon rupture. Results: Between 1998 and 2010, six ESRD patients with eleven spontaneous ruptures of the quadriceps tendon were treated at our institution. On postoperative evaluation all patients were able to walk without crutches after six months of follow-up, and there were no new ruptures. Positive serology for Hepatitis C was present in two cases (33%) but in none of the controls (p=0.034). Mean serum levels of intact parathormone (iPTH) and alkaline phosphatase were both higher in cases (p=0.013 and p=0.034, respectively). In contrast, mean serum levels of albumin, ferritin and haemoglobin were all lower in cases (p=0.008, p=0.043 and p=0.016, respectively). Conclusion: Reconstructive surgery is a good way to restore knee function in ESRD patients with quadriceps tendon ruptures. Our cases exhibited higher levels of iPTH and alkaline phosphatase than control patients, reinforcing the role of secondary hyperparathyroidism in tendon weakening. They also had a higher frequency of hepatitis C and lower levels of albumin and haemoglobin compared to controls, possibly implicating chronic inflammation as a potential risk factor for tendon rupture.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9129
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Luis Marcelo de Azevedo Malta.pdf954.15 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons