Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9139
Title: Isso é uma questão muito política!: relações étnico-raciais e memória quilombola no espaço escolar em Armação dos Búzios
Authors: Nazario, Gessiane Ambrosio
metadata.dc.contributor.advisor: Peres, Sidnei Clemente
metadata.dc.contributor.members: Müller, Tânia Mara Pedroso
Pereira, Amauri Mendes
Issue Date: 2015
Citation: NAZARIO, Gessiane Ambrosio. Isso é uma questão muito política!: relações étnico-raciais e memória quilombola no espaço escolar em Armação dos Búzios. 2015. 187 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia)- Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2015.
Abstract: Esta dissertação visa a discutir os empecilhos para a implementação da Lei 10.639/03, a partir da observação participante realizada na Escola Municipal João José de Carvalho (João Guelo), no contexto do processo de constituição da etnicidade dos moradores do bairro da Rasa, em Búzios, outrora conhecidos como “os negros da Rasa” e hoje juridicamente identificados como quilombolas. Foi indispensável a reflexão sobre conceitos como cultura, raça, subjetividade negra, etnicidade e memória quilombola. A problematização de tais conceitos trazidos pelas Diretrizes Curriculares para a Educação Étnico-Racial nos aponta para possíveis armadilhas, como o congelamento do conceito de quilombo e o reforço de estereótipos baseados em modelos de cultura e identidade estáticos e fechados. Este trabalho vislumbra, através das reflexões e problemas nele apontados, contribuir para uma prática pedagógica antirracista que valorize a memória coletiva local e promova a autoestima das crianças, conforme uma educação verdadeiramente emancipadora.
metadata.dc.description.abstractother: This research aims to discuss the obstacles to the implementation of Law 10.639 / 03, from the participant observation held at the Municipal School João José de Carvalho (João Guelo) in the context of the making of ethnicity process of the residents of the neighborhood Rasa, in Búzios, once known as "the blacks of Rasa" and now legally identified as quilombolas. It was essential to reflect on concepts such as culture, race, black subjectivity, ethnicity and maroon memory. The questioning of such concepts brought by the Curriculum Guidelines for the Ethnic - Racial Education point to the potential pitfalls such as the stiffening of the concept of quilombo and the reinforcement of stereotypes based on static and closed models of culture and closed identity. This work glimpse, through the ideas and problems raised in it, contribute to an anti-racist pedagogical practice and that values local collective memory and promote self-esteem of children as a truly emancipatory education.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9139
Appears in Collections:PPGS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Gessiane Nazário.pdf5.18 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons