Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9184
Title: Efeitos da denervação renal com cateter de ablação cardíaca convencional irrigado na pressão arterial e função renal em pacientes com doença renal crônica e hipertensão arterial resistente
Authors: Kiuchi, Márcio Galindo
metadata.dc.contributor.advisor: Lugon, Jocemir Ronaldo
metadata.dc.contributor.advisorco: Graciano, Miguel Luis
metadata.dc.contributor.members: Matos, Jorge Paulo Strogoff de
Mion Junior, Decio
Souto, Gladyston Luiz Lima
Santos, Sérgio Fernando Ferreira dos
Villacorta Junior, Humberto
Issue Date: 2015
Citation: KIUCHI, Márcio Galindo. Efeitos da denervação renal com cateter de ablação cardíaca convencional irrigado na pressão arterial e função renal em pacientes com doença renal crônica e hipertensão arterial resistente. 2015. 92 f. Tese (Doutorado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2015.
Abstract: Objetivos: Avaliação da segurança e eficácia de denervação renal com um cateter de ablação cardíaca irrigada padrão (CACI) na doença renal crônica (DRC) com hipertensão refratária. Métodos e resultados: Trinta pacientes foram incluídos. A denervação foi realizada por um só operador com técnica padrão. Os pacientes tinham DRC nos estágios 2 (n=19), 3 (n=6), e 4 (n=5). Os dados foram obtidos antes do procedimento, mensalmente até o 6° mês, e bimensalmente do 7° ao 12° mês de seguimento. Os valores basais da pressão arterial (PA) (média±DP) foram 185±18 mmHg/107±13 mmHg no consultório, e 152±17 mmHg/93±11 mmHg na monitorização ambulatorial da pressão arterial de 24 horas (M.A.P.A.). Os valores da PA do consultório no 12° mês após o procedimento foram 132±15 mmHg/86±9 mmHg (P<0,0001, para ambas comparações). A média da M.A.P.A. reduziu para 133±14 mmHg/85±10 mmHg no 12° mês após o procedimento (P < 0,0001, para ambas comparações). A TFGe (média±DP) aumentou do basal (61,9±23,9 mL/min/1,73 m2) até o 12° mês (86,1±35,2 mL/min/1,73 m2, P<0,0001) de seguimento. A mediana da relação albumina:creatinina (RAC) diminui do basal (99,8, IQR: 38,0–192,1 mg/g) até o 12° mês após a ablação (RAC = 17,9, IQR: 10,0–100,6 mg/g, P=0,0005). Não foram observadas complicações maiores. Conclusão: O procedimento usando o CACI pareceu ser viável, eficaz e seguro, resultando em um melhor controle da PA num aumento na TFGe em curto prazo e redução da albuminúria
metadata.dc.description.abstractother: Aims: Evaluation of the safety and efficacy of renal denervation with a standard irrigated cardiac ablation catheter (SICAC) in chronic kidney disease (CKD) patients with refractory hypertension. Methods and results: Thirty patients were included. Denervation was performed by a single operator following the standard technique. CKD patients were on stages 2 (n=19), 3 (n=6), and 4 (n=5). Data were obtained at baseline and monthly until 6th month and every 2 months from the 7th to the 12th month of follow-up. Baseline values of blood pressure (mean±SD) were 185±18 mmHg/107±13 mmHg in the office, and 152±17 mmHg/93±11 mmHg by 24 hour ambulatory blood pressure monitoring (ABPM). Office blood pressure values at 12th month after the procedure were 132±15 mmHg/86±9 mmHg (P<0.0001, for both comparisons). The mean ABPM decreased to 133±14 mmHg/85±10 mmHg at the 12th month after the procedure (P<0.0001, for both comparisons). Estimated glomerular filtration rate (mean±SD) increased from baseline (61.9±23.9 mL/min/1.73 m2) to the 12th month (86.1±35.2 mL/min/1.73 m2, P < 0.0001) of follow-up. The median urine albumin:creatinine ratio decreased from baseline (99.8, IQR: 38.0–192.1 mg/g) to the 12th month after ablation (ACR = 17.9, IQR: 10.0–100.6 mg/g, P=0.0005). Conclusion: The procedure using SICAC seemed to be feasible, effective, and safe resulting in a better control of BP, a short-term increase in estimated glomerular filtration rate, and reduced albuminuria.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9184
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese de Doutorado_MK_após defesa_rev_MK_030515 (3).pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons