Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9187
Title: Registrar para quê? uma análise das formas de registro dos atendimentos da guarda municipal de São Gonçalo(Rj)
Authors: Azevedo, Joelma de Souza.
metadata.dc.contributor.advisor: Miranda, Ana Paula Mendes de
metadata.dc.contributor.members: Lima, Roberto Kant de
Queiroz, Luiz César
Paes, Vívian Ferreira
Guedes, Simoni Lahud
Issue Date: 2012
Citation: Azevedo, Joelma de Souza. Registrar para que? Uma análise das formas de registro dos atendimentos da Guarda Municipal de São Gonçalo (RJ). 2012. p.170. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia, Departamento de Antropologia, 2012.
Abstract: Esta dissertação é resultado de uma etnografia acerca das principais formas de registro dos atendimentos realizados pela Guarda Municipal de São Gonçalo (GMSG), em especial de duas fontes, os Livros de Registro e o Talão de Registro de Ocorrência (TRO). O trabalho de campo ocorreu entre meados de 2010 e início de 2012, principalmente na sede administrativa da Guarda Municipal de São Gonçalo, cidade que foi escolhida por ser um dos locais que serão impactados pela construção do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (COMPERJ). Traz como questão central identificar como os atendimentos são registrados pelos guardas municipais, relacionando isso com os usos que a instituição faz com informações das ruas que chegam até o comando a partir desses relatos. Abordo também as políticas indutivas do governo federal e as propostas de ação no que tange ao papel dos municípios na segurança pública e como a GMSG responde a essas políticas públicas, principalmente no que diz respeito aos registros dos atendimentos, algo valorizado contemporaneamente como uma forma de gestão que valoriza o uso das informações públicas. Ao explorar o sistema classificatório das formas de registro exponho também a experiência de implantação de um sistema de informação dos registros dos atendimentos, desenvolvido por pesquisadores integrantes do InEAC em parceria com a Superintendência de Tecnologia da Informação, como uma tecnologia social de transferência de conhecimentos voltada à transformação das práticas de registro da informação. A realização do trabalho de campo permitiu evidenciar que as práticas tradicionais de registro estão voltadas a concepções distintas, a saber: do ponto de vista dos gestores serve para fiscalizar e punir os guardas, enquanto que, para os guardas os registros funcionam como um mecanismo de “resguardo”, ou seja, de proteção para eventuais problemas junto à instituição ou à Justiça.
metadata.dc.description.abstractother: This research is the result of an ethnography about major forms of registration cord of the care provided by the Municipal Guard of São Gonçalo, especially from two sources, the Books of Record and Coupon Registration Occurrence. Fieldwork took place between mid-2010 and early 2012, particularly at the administrative headquarters of the Municipal Guard of São Gonçalo. Bring a central issue to identify how the calls are recorded by municipal guards, relating this to the uses to which the institution makes information from the streets that reach the command from these accounts. The conclusion of the field work has highlighted that traditional practices are directed to registration different concepts. The point of view of managers serves to check and punish the guards, while the records for the guards act as a mechanism "guard".
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9187
Appears in Collections:NEPEAC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOELMA-DE-SOUZA-AZEVEDO.pdf4.23 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons