Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9219
Title: Fatores associados ao uso de suplementos em recém-nascidos em alojamento conjunto em hospitais do Sistema Único de Saúde no Município do Rio de Janeiro
Authors: Lopes, Fernanda de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Maria Inês Couto de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisorco: Fonseca, Vania Matos
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Maria Inês Couto de
Fonseca, Vania Matos
Brito, Alexandre dos Santos
Carvalho, Marcia Lazaro de
Issue Date: 2011
Citation: LOPES, Fernanda de Oliveira. Fatores associados ao uso de suplementos em recém-nascidos em alojamento conjunto em hospitais do Sistema Único de Saúde no Município do Rio de Janeiro. 2011. 56 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: INTRODUÇÃO: O aleitamento materno exclusivo nos primeiros meses de vida reduz a morbi-mortalidade infantil. OBJETIVO: Estimar a prevalência do uso de suplementos em recém-natos em alojamento conjunto e analisar os fatores associados ao seu uso. Metodologia: Estudo transversal realizado em e analisar os fatores associados ao uso de suplementos em recém nascidos em alojamento conjunto. MÉTODO: Estudo transversal realizado entre agosto e dezembro de 2009 no município do Rio de Janeiro. A população de estudo foi composta por puérperas assistidas nos hospitais com mais de 1000 partos/ano pertencentes ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo sete Hospitais Amigos da Criança (HAC) e oito não credenciados (HNC). O tamanho da amostra foi determinado de forma estratificada, sendo as unidades hospitalares os estratos, tendo sido gerada amostra representativa de 687 mães, em número proporcional ao quantitativo de partos realizados em 2008 em cada hospital. Foram obtidas razões de prevalência (RP) brutas e ajustadas, com seus respectivos intervalos de confiança de 95% (IC95%). As razões de prevalência ajustadas foram obtidas por modelo de regressão de Poisson com variância robusta. O modelo final, utilizado para estimar medidas de associação de razão de prevalência ajustada, foi composto pelas variáveis de exposição que obtiveram nível de significância menor ou igual a 5% (p-valor ≤ 0,05). A regressão seguiu modelo conceitual hierarquizado, considerando as características maternas e domiciliares como distais, as de assistência pré-natal como intermediárias e as de assistência hospitalar à mãe e ao bebê como proximais. RESULTADOS: A prevalência de uso de suplementos por bebês em alojamento conjunto foi de 49,8%. Na análise multivariada a realização de teste rápido anti-HIV no hospital (RP=1,38; IC95%:1,19-1,59), o parto cesariano (RP=1,56; IC95%: 1,37-1,78), a não ajuda na sala de parto para amamentar (RP=1,57; IC95%:1,26-1,94), o afastamento do bebê por mais de uma hora (RP=1,23; IC95%:1,05-1,45), o uso de chupeta (RP=1,31; IC95%:1,09-1,58), a insatisfação com a qualidade do acompanhamento (RP=1,18; IC95%:1,02-1,36) e intercorrências com o bebê ou com a mãe (RP=1,54; IC95%:1,32-1,80) aumentaram a prevalência do uso de suplementos. Como fatores de proteção foram encontrados o não recebimento de ajuda no alojamento conjunto para amamentar (RP=0,77; IC95%:0,65-0,90), provavelmente devido à causalidade reversa, e a certificação do hospital como HAC (RP=0,53; IC95% 0,45-0,62). CONCLUSÃO: O uso do suplemento ao leite materno é amplamente praticado, especialmente em hospitais não credenciados. É de suma importância uma revisão das rotinas hospitalares, para que seu uso indevido seja evitado e o aleitamento materno exclusivo converta-se em norma.
metadata.dc.description.abstractother: BACKGROUND: Exclusive breastfeeding in the first months of life reduces infant morbidity and mortality. OBJECTIVE: To estimate the prevalence of the use of supplements among rooming in newborns and analyze factors associated with its use. METHOD: Cross-sectional study conducted between August and December 2009 in the city of Rio de Janeiro. The study population consisted of postpartum women assisted in hospitals with more than 1000 deliveries/year belonging to the Unified Health System, seven Baby-Friendly Hospitals (BFH) and eight non-accredited hospitals (NAH). The sample size was determined in a stratified manner, each strata corresponding to a hospital. A representative sample of 687 mothers was generated, proportionally to the quantity of deliveries in each hospital in 2008. Prevalence ratios (PR) were obtained, with their respective 95% confidence intervals (CI 95%). The adjusted prevalence ratios were obtained by Poisson Regression with robust variance. The final model, used to estimate the adjusted prevalence ratio, included the exposure variables that had a significance level less or equal to 5% (p ≤ 0.05). The regression followed a hierarchical conceptual model, considering the maternal and household characteristics as distal, prenatal care as intermediate and hospital care for mother and baby as proximal. RESULTS: The prevalence of supplement use by rooming in newborns was 49.8%. Multivariate analysis showed that being submitted to the HIV rapid test in the hospital (PR = 1.38; CI 95%:1.19-1.59), cesarean delivery (PR =1.56; CI 95%: 1.37-1.78), not being helped to breastfeed in the delivery room (PR = 1.57; CI 95%:1.26-1.94), mother-child separation for over an hour (PR = 1.23; CI 95%: 1.05-1.45), pacifier use (PR = 1.31;CI 95%: 1.09-1.58), dissatisfaction with the quality of care (PR = 1.18; CI 95%: 1.02-1.36) and intercurrences with the baby or the mother (PR=1.54; CI 95%:1.32-1.80) increased the prevalence of supplement use. As protective factors were found the certification of the hospital as BFH (PR = 0.53; CI 95%: 0.45-0.62) and not receiving help to breastfeed at the rooming in (PR = 0.77; CI 95%: 0.65-0.90), probably due to reverse causality. CONCLUSION: The use of supplementation to breast milk has been largely practiced, especially in non-accredited hospitals. It is a very important to review hospital routines, so that supplementation misuse is avoided and exclusive breastfeeding be converted in norm.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9219
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - 144.pdf3.74 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.