Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9237
Title: Política nacional de educação permanente no SUS: estudo da experiência do município de Teresópolis/RJ sob a perspectiva dos facilitadores de educação permanente
Authors: Yamamoto, Thaís Sayuri
metadata.dc.contributor.advisor: Machado, Mônica Tereza Christa
metadata.dc.contributor.advisorco: Silva Junior, Aluísio Gomes da
metadata.dc.contributor.members: Machado, Mônica Tereza Christa
Silva Junior, Aluísio Gomes da
Senna, Mônica de Castro Maia
Favoreto, Cesar Augusto Orazen
Issue Date: 2011
Citation: YAMAMOTO , Thaís Sayuri. Política nacional de educação permanente no SUS: estudo da experiência do município de Teresópolis/RJ sob a perspectiva dos facilitadores de educação permanente. 2011. 68 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo geral estudar a experiência das práticas de Educação Permanente em Saúde no município de Teresópolis/RJ, sob a perspectiva dos facilitadores de Educação Permanente, buscando responder se estas práticas de fato modificaram o cotidiano de trabalho das equipes de saúde. Como objetivos específicos, foram definidos: 1) Conhecer e analisar as concepções e as práticas dos facilitadores nas unidades básicas inseridas na Estratégia de Saúde da Família, identificando aspectos da integralidade; 2) Conhecer, compreender e discutir os fatores que contribuíram para o desempenho destas práticas; 3) Conhecer, compreender e discutir as limitações destas práticas; 4) Discutir o papel da Educação Permanente enquanto prática avaliativa amistosa à integralidade no cotidiano dos serviços de saúde; 5) Subsidiar outros municípios na implantação da Educação Permanente de modo a contribuir para a consolidação do SUS. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que utilizou o estudo de caso como estratégia. A base teórica foi composta de revisão bibliográfica, análise de documentos oficiais do município de Teresópolis, das atas das reuniões dos facilitadores com a coordenadora do grupo, e das atas da Comissão Intergestores Bipartite, enquanto o campo de observação foi formado por entrevistas semi-estruturadas com o grupo de facilitadores. Para analisar as entrevistas e atas, optou-se pela análise de conteúdo e, por fim, efetuou-se o cotejamento das fontes como prova eficiente de validação. Os resultados mostraram que a prática da Educação Permanente em Saúde promoveu mudanças no processo de trabalho das unidades de saúde, viabilizou uma formação crítica e reflexiva dos profissionais e futuros profissionais de saúde, fortaleceu a participação social, e aproximou a gestão das questões locais de saúde. As limitações enfrentadas pelo grupo foram principalmente devidas aos entraves de ordem administrativa, e à falta de diálogo da gestão com os trabalhadores. Em contrapartida, os fatores contribuintes foram relacionados intimamente à dedicação e comprometimento dos atores envolvidos. As categorias analisadas demonstraram que o exercício da Educação Permanente na prática dos serviços de saúde do município de Teresópolis fomentou o desenvolvimento da atenção integral, avançando em direção à integralidade e à humanização nesses serviços
metadata.dc.description.abstractother: The general aim of this research was to study the experience of practices of the Permanent Education in Health in Teresópolis/RJ, from the perspective of the facilitators of Permanent Education, so as to answer whether these practices have actually changed the daily work process of the health teams. The specific objectives were: 1) To investigate and to analyze the concepts and practices of the facilitators in the basic units inserted in the Family Health Strategy, identifying aspects of integrality, 2) To know, to understand and to discuss the factors that contributed to the performance of these practices, 3) To know, to understand and to discuss the limitations of these practices, 4) To discuss the role of Permanent Education as an evaluation practice friendly to integrality in the everyday health services, 5) To subsidize other cities to implant Permanent Education in order to contribute for the consolidation of the Brazilian Health System. It is a qualitative research, which used the case study as a strategy. The theoretical basis was composed of literature review, analysis of official documents from Teresópolis, the records of the meetings of the facilitators with the group's coordinator, and the proceedings of the Bipartite Commission. The field of observation was made up of semi-structured interviews with the group of facilitators. It was used the content analysis for the evaluation of the interviews and records, and, finally, it was carried out the comparison of the sources as an evidence of effective validation. The results showed that the practice of Permanent Education in Health promoted changes in the work process of the health unities, enabled a critical and reflective education of the professionals and future health professionals, strengthened social participation, and approached the city management to the local health issues. The limitations faced by the group were mainly due to administrative barriers, and to the lack of dialogue between managers and the workers. In contrast, the contributing factors were closely related to the dedication and commitment of those involved. The categories analyzed showed that the process of Permanent Education in the practice of the health services of Teresópolis fostered the development of whole care, moving toward integrality and humanization of these services
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9237
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - 162.pdf738.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.