Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9247
Title: Expansão urbana na bacia de drenagem e variações dos conteúdos de nutrientes no sedimento de um manguezal em eutrofização (manguezal de Guaratiba/RJ)
Authors: Mendonça, Juliana Munhoz
metadata.dc.contributor.advisor: Ribeiro, Humberto Marotta
metadata.dc.contributor.advisorco: Barroso, Glenda Camila
metadata.dc.contributor.members: Machado, Wilson Thadeu Valle
Abuchacra, Rodrigo Coutinho
Nogueira, Leonardo Amora
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Mendonça, Juliana Munhoz. Expansão urbana na bacia de drenagem e variações dos conteúdos de nutrientes no sedimento de um manguezal em eutrofização (manguezal de Guaratiba/RJ). 2018. 54f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geografia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense, 2018.
Abstract: Manguezais são ecossistemas costeiros tropicais capazes de absorver elevada carga de nutrientes. O aumento da área urbana no entorno da bacia de drenagem do manguezal nos últimos 50 anos provocou redução da área deste ecossistema - como observado através de série temporal, bem como elevação das taxas de nitrogênio e fósforo sendo resultado do aumento da emissão de efluentes. Nos testemunhos de sedimento, a planície hipersalina demonstrou valores inferiores à floresta de manguezal, a qual apresentou valores elevados de NT e PT. Em relação às amostras superficiais, a variação das concentrações de PO, PI e PT foi significativa entre a planície hipersalina e as demais porções, em virtude de sua localização mais distal em relação aos aportes fluviais e marinhos. A floresta de manguezal apresentou os maiores valores médios de PT e PI em virtude de sua capacidade de retenção de nutrientes. A variação da maré dentro do manguezal, desde a franja até a planície hipersalina adjacente, propicia a diferenciação das concentrações de N e P. Assim, o presente estudo presume que a urbanização no entorno de manguezais é responsável pelo aumento dos nutrientes nitrogênio e fósforo.
metadata.dc.description.abstractother: Mangroves are tropical coastal ecosystems capable of absorbing high nutrient loads. The increase of the urban area around the drainage basin of the mangrove in the last 50 years caused a reduction of the area of this ecosystem - as observed through a time series, as well as elevation of nitrogen and phosphorus rates resulting from increased effluent emission. In the sediment records, the hypersaline plain showed lower values than the mangrove forest, which presented high NT and PT values. In relation to the surface samples, the variation of PO, PI and PT concentrations was significant between the hypersaline plain and the other portions, due to its more distal location in relation to the fluvial and marine inputs. The mangrove forest had the highest mean values of PT and PI due to its nutrient retention capacity. The variation of the tide inside the mangrove from the fringe to the adjacent hypersaline plain promotes the differentiation of the N and P concentrations. Thus, the present study presumes that the urbanization in the surroundings of mangroves is responsible for the increase of the nutrients nitrogen and phosphorus.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9247
Appears in Collections:GGG - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_Juliana_Munhoz.pdfJULIANA MUNHOZ MENDONÇA1.74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons