Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9248
Title: Desempenho dos sistemas de prescrição eletrônica e dos sistemas de apoio à decisão na pediatria: uma revisão sistemática
Authors: Barbosa, Natália Silva de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor: Cavalini, Luciana Tricai
metadata.dc.contributor.advisorco: Passos, Sonia Regina Lambert
metadata.dc.contributor.members: Cavalini, Luciana Tricai
Passos, Sonia Regina Lambert
Andrade, Carlos Augusto Ferreira de
Mello, Fernanda Carvalho de Queiroz
Issue Date: 2011
Citation: BARBOSA, Natália Silva de Oliveira. Desempenho dos sistemas de prescrição eletrônica e dos sistemas de apoio à decisão na pediatria: uma revisão sistemática. 2011. 85 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: Os Registros Eletrônicos em Saúde (RES), os Sistemas de Prescrição Eletrônica (SPE) e os Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) podem ser eficazes na redução de erros de medicamentos e de eventos adversos a medicamentos. A efetividade do SPE e do SAD tem sido demonstrada em cuidados médicos pediátricos. No entanto, a adoção de tecnologias de informação em geral, e de RES, SPE e SAD em particular, como um investimento específico dos serviços de saúde, ou até mesmo como uma política de saúde em nível nacional, deve ser baseada em evidências provenientes de estudos mais consistentes. Objetivo. Avaliar o desempenho dos RES, SPE e SAD na redução de erros de medicamentos e de eventos adversos a medicamentos em pacientes pediátricos. Método. Foram analisadas as principais bases de dados bibliográficas, para a busca de artigos publicados até junho de 2010. Os critérios de inclusão foram a classificação do artigo como um estudo observacional ou de Ensaio Clínico Controlado Randomizado (ECR) sobre erros de medicamentos ou eventos adversos a medicamentos em pediatria, mediante o uso de RES, SPE ou SAD, publicados em qualquer idioma. Foram excluídos da análise os relatos sobre sistemas centrados essencialmente no diagnóstico, ou na prescrição de vacinação, alimentação ou de outros procedimentos terapêuticos não medicamentosos. Resultados. Esta revisão sistemática selecionou 22 artigos, sendo que a vasta maioria dos estudos foi realizada em ambiente hospitalar. Dez artigos estudaram especificamente o efeito de SPE e SAD nos erros de dosagem. Em seis artigos, os resultados demonstraram redução deste tipo de erro, enquanto que, em três, não houve aumento ou redução, e um estudo demonstrou redução para alguns erros de dosagem e aumento para outros. Entre os demais erros analisados nos artigos incluídos, incluem-se os erros gerais de medicação. De forma consistente, a maioria dos estudos demonstraram a redução destes erros pela implementação de RES, SPE e SAD, sendo que a ilegibilidade foi eliminada. Oito artigos estudaram os eventos adversos a medicamentos, observando redução deste desfecho. Conclusões. De modo geral, identificou-se uma tendência à redução dos erros de medicamentos, tanto os erros específicos de dosagem, quanto os demais erros, quando SPE e SAD são implementados. O efeito redutor das tecnologias de informação é ainda mais consistente em relação aos eventos adversos a medicamentos
metadata.dc.description.abstractother: Electronic Health Records (EHR), Computerized Prescription Order Entries (CPOE) and Decision Support Systems (DSS) may be effective in reducing medication errors and adverse drug events. The effectiveness of the CPOE and the DSS has been demonstrated in pediatric care. However, the adoption of information technology in general, and of EHR, CPOE and DSS in particular, as a specific investment of health services, or even as a health policy at the national level, should be based on evidence from more consistent studies. Objective. To evaluate the performance of EHR, CPOE and DSS in reducing medication errors and adverse drug events in pediatric patients. Method. We analyzed the major bibliographic databases, to search for articles published until June 2010. Inclusion criteria were the classification of the article as an RCT or observational study on medication errors or adverse drug events in pediatrics through the use of EHR, CPOE or DSS, published in any language. Reports on systems primarily focused on diagnosis or prescription, vaccination, food or other non-drug therapeutic procedures were excluded from the analysis. Results. This systematic review selected 22 articles, and the vast majority of studies were performed in a hospital environment. Ten articles specifically studied the effect of COPE and DSS on the dosing errors. In six articles, the results showed reduction in this type of error, while in three there was no increase or reduction, and one study showed some reduction in some dosing errors and increase in others. Among the other errors analyzed in the included articles, the general medication errors were included. Consistently, most studies showed the reduction of these errors through the implementation of EHR, CPOE and DSS, and the illegibility was eliminated. Eight papers have studied the adverse drug events, noting the reduction of this outcome. Conclusions. Overall, we identified a trend towards reduction of medication errors, both specific dosing errors, as other errors, when COPE and DSS are implemented. The reductive effect of those information technologies is even more consistent in relation to adverse drug events
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9248
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao - 163.pdf607.5 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.