Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9273
Title: O caráter formativo da avaliação nas práticas avaliativas da gestão da atenção básica de Piraí/RJ: o cotidiano dos atores na perspectiva da integralidade
Authors: Silva, Valéria Marinho Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor: Silva Junior, Aluisio Gomes da
metadata.dc.contributor.advisorco: Pinheiro, Roseni Pinheiro
metadata.dc.contributor.members: Silva Junior, Aluisio Gomes da Silva Junior
Pinheiro, Roseni
Giovanella, Ligia
Alves, Márcia Guimarães de Mello
Machado, Mônica Thereza Christa
Issue Date: 2011
Citation: SILVA, Valéria Marinho Nascimento. O caráter formativo da avaliação nas práticas avaliativas da gestão da atenção básica de Piraí/RJ: o cotidiano dos atores na perspectiva da integralidade. 2011. 136 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2011.
Abstract: Nos últimos anos, o Ministério da Saúde tem investido na institucionalização da avaliação da Atenção Básica. Nesse contexto, apontamos uma diversidade de abordagens avaliativas no país: daquelas delineadas conforme o paradigma positivista às novas práticas avaliativas, estas consideradas emancipatórias e participativas. Buscamos compreender a potencialidade de tais abordagens produzirem aprendizagem e desenvolverem a autonomia dos profissionais que dela participam. Analisamos o caráter formativo da avaliação nas práticas avaliativas da gestão da Atenção Básica de Piraí/RJ a partir do estudo das práticas cotidianas dos atores à luz da integralidade. Partimos de pressupostos teóricos baseados nas práticas avaliativas amistosas à integralidade, no significado formativo das práticas de saúde e nos estudos de Paulo Freire, e construímos um arcabouço teórico referente ao que denominamos caráter formativo da avaliação. Optamos pelo estudo de caso único, explanatório e longitudinal, com emprego da análise de conteúdo temática. Utilizamos bases empíricas de pesquisas anteriores do LAPPIS, dos anos de 2005, 2007 e 2008, no município de Piraí, e construímos uma matriz com as categorias analíticas aprendizagem, participação e práticas avaliativas/instrumentos e sistemas de informação. Entre os resultados, destacamos a predominância de práticas avaliativas oriundas de instrumentos de planejamento e sistemas de informação do SUS, além de outras construídas localmente, como o Caderno do Seminário. Em sua maioria, tais práticas são quantitativas, sendo sustentadas pelo saber da epidemiologia. Também observamos um sistema de gestão participativo, com espaços específicos para a realização de avaliações, como os seminários anuais e trimestrais. Concluímos que a partir do arranjo de espaços de participação, dos sujeitos e das práticas avaliativas, trabalhadores, gestores e conselheiros problematizam a realidade do município, transformando-a e se transformando por meio da práxis, o que resulta num movimento mútuo de aprendizagem. Isso permite o desenvolvimento do que definimos como caráter formativo da avaliação. Tal processo contribui para o fortalecimento da autonomia dos sujeitos e do sistema de saúde. Por fim, apontamos a necessidade de Piraí evoluir para um mix de abordagens quantitativas e qualitativas na avaliação dos serviços de saúde, para haver melhor compreensão dos objetos avaliados
metadata.dc.description.abstractother: Nascimento-Silva VM. The formative character of the evaluation of assessment practices in the management of the RJ/Piraí‘s primary care: the actors' routine from the perspective of the integral care principle. [dissertation]. Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense, Institute of Community Health, 2010. The Ministry of Health, in the last years, has been investing in the institutionalization of primary care evaluation. In this context, we point out several evaluative approaches in Brazil: those outlined according to the positivist paradigm to new assessment practices, considered emancipatory and participatory. We try to understand the potential of these approaches to promote learning as well as develop the autonomy of their staff. We analyze the formative character of the evaluation in the assessment practices of primary care in Piraí. We develop a theoretical framework related to what we call formative character of the evaluation, based in the theoretical assumptions of Paulo Freire‘s studies and in a kind of evaluation practice that considers the participation and the inclusion of the users of the health care system, friendly to the integral care principle. We chose a single case study, explanatory and longitudinal, combined with thematic content analysis. We use a Brazilian research lab data base named LAPPIS from 2005, 2007 and 2008‘s in Piraí – a city in Rio de Janeiro – and constructed an analytical matrix with three categories: a) learning; b) participation; c) evaluation practices/instruments and information systems. The results highlight the dominance of assessment practices derived from planning tools and information systems from SUS, the Brazilian health care system, and others locally built. Summing up, those practices are quantitative and supported by the epidemiology knowledge. We also observed a participatory management system in which seminar are possible. We conclude that from the arrangement of spaces for participation, subjects and assessment practices, workers, managers and advisers may question the reality of the city, transforming it, which results in a movement of mutual learning. These learning provides the basis for what we call a formative character of the evaluation – such process helps the autonomy strengthening of people and health system. Finally, we point out the needs for developing a mix of quantitative and qualitative approaches to evaluate the health system. That‘s the way to have a better understanding of the objects evaluated
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9273
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO - 179.pdf1.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.