Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9274
Title: Índice de qualidade da dieta e indicadores do estado nutricional de adolescentes assistidos no Programa Médico de Família em Niterói-RJ: Projeto Camélia
Authors: Ramos, Juliana Montesso
metadata.dc.contributor.advisor: Cagy, Maurício
metadata.dc.contributor.advisorco: Yokoo, Edna Massae
metadata.dc.contributor.members: Cagy, Maurício
Yokoo, Edna Massae
Pereira, Rosângela Alves
Fonseca, Sandra Costa
Issue Date: 2010
Citation: RAMOS, Juliana Montesso. Índice de qualidade da dieta e indicadores do estado nutricional de adolescentes assistidos no Programa Médico de Família em Niterói-RJ: Projeto Camélia. 2010. 101 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010.
Abstract: Introdução: O Índice de Qualidade da Dieta (IQD) é uma medida resumo das principais características da alimentação, possibilitando a visualização de possíveis deficiências ou excessos de nutrientes ou grupos de alimentos. Objetivo: Estimar a associação entre a qualidade da dieta (exposição) e indicadores do estado nutricional (antropometria e avaliação bioquímica – desfecho) nos adolescentes assistidos no Programa Médico de Família (PMF) no Município de Niterói – Rio de Janeiro – Brasil, participantes do Projeto CAMELIA. Métodos: Estudo transversal de 212 adolescentes vinculados ao PMF no período de julho de 2006 a dezembro de 2007. Estimou-se a ingestão alimentar aplicando questionário de freqüência de consumo alimentar semiquantitativo, e, para avaliação desta, utilizou-se o Índice de Qualidade da Dieta Revisado, de acordo com as recomendações preconizadas no Guia Alimentar para a População Brasileira de 2006. Foram também coletadas informações sobre as variáveis sócio-demográficas, estilo de vida e estado nutricional. Na análise estatística foram utilizados os testes T e de Mann-Whitney, e as associações (razão de prevalência – RP) foram estimadas por meio de Equações de Estimação Generalizadas (GEE), com modelo de regressão de Poisson. Resultados: Comparando-se as médias dos 12 componentes que formam o IQD-R entre meninos e meninas, observou-se que não houve diferença estatística no consumo destes. Ressalta -se que, em ambos os sexos, o consumo de cereais integrais e de leite e derivados encontra-se abaixo do recomendado pelo Guia Alimentar 2006. Por outro lado, o consumo dos componentes sódio e do Gord_AA (gordura saturada e trans, álcool e açúcar de adição) encontra-se elevado. Com base na RP bruta das variáveis bioquímicas e do IMC, categorizadas em „adequadas‟ e „inadequadas‟ (desfecho), com o IQD-R também categorizado (exposição), verificou-se que houve associação positiva estatisticamente significativa com colesterol total (RP = 1,58; IC: 1,01-2,49), ou seja, a prevalência de alteração no colesterol total elevado (inadequado) é 58% maior entre aqueles que apresentam IQD-R abaixo do valor do 3º quartil. Conclusão: O aspecto bioquímico foi o que obteve melhor associação com o IQD-R desta população. A dieta consumida pelos adolescentes necessita de atenção, especialmente no que diz respeito ao consumo de alimentos fontes de gordura, sejam saturadas ou trans, e insuficientes em fibras, já que são estes os fatores nutricionais mais relacionados à dislipidemia. Os achados proporcionaram concluir que os hábitos alimentares adotados neste estágio de vida exige o desenvolvimento de programas de intervenção nutricional
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9274
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO -180.pdf1.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.