Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9305
Title: Aconselhamento e teste rápido anti-HIV em parturientes de cinco hospitais amigos da criança no município do Rio de Janeiro, 2006
Authors: Passos, Suzana Cordeiro da Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Maria Inês Couto de
metadata.dc.contributor.members: Oliveira, Maria Inês Couto de
Silva, Kátia Silveira da
Fonseca, Sandra Costa
Issue Date: 1201
Citation: SILVA, Suzana Cordeiro da. Aconselhamento e teste rápido anti-HIV em parturientes de cinco hospitais amigos da criança no município do Rio de Janeiro, 2006. 2010. 46 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010.
Abstract: OBJETIVOS: Analisar os fatores associados ao não recebimento de aconselhamento por ocasião da realização do teste rápido anti-HIV. MÉTODO: Estudo transversal realizado com 955 parturientes submetidas ao teste rápido anti-HIV internadas em alojamento conjunto em 2006 em cinco Hospitais Amigos da Criança no município do Rio de Janeiro. Foram aplicados questionários semi-estruturados às mães e obtidos dados do laboratório e do prontuário. Para análise das variáveis associadas ao não recebimento de aconselhamento foi utilizada a regressão binomial. RESULTADOS: Apenas 26,9% das mulheres entrevistadas foram aconselhadas. Os fatores associados ao não aconselhamento foram: escolaridade inferior ao ensino fundamental (RP=1,35; IC95%: 1,13-1,61) e hospitais com menor freqüência de realização do teste-rápido anti-HIV (RP=1,64; IC95%: 1,38-1,95). CONCLUSÕES: O aconselhamento esteve pouco presente, tendo sido mais praticado no hospital onde mais da metade da clientela foi submetida ao teste rápido anti-HIV e entre as mulheres maior nível de escolaridade
metadata.dc.description.abstractother: OBJECTIVE: To assess factors associated to not receiving counseling for the HIV rapid test. METHOD: A cross-sectional study was conducted with 955 rooming-in parturients submitted to HIV rapid test in five Baby-Friendly Hospitals in Rio de Janeiro City, Southeast Brazil, 2006. Semistandardized questionnaires were applied to the mothers. Data were also obtained from laboratory and health archives. Binomial regression was performed in order to analyze the variables associated with non counseling. RESULTS: Only 26.9% of the mothers were counseled. Factors associated with not receiving counseling for the HIV rapid test were: low level of education (PR=1.35; 95%CI: 1.13-1.61) and hospitals with a lower frequency of HIV rapid tests (PR=1.64; 95%CI: 1.38-1.95). CONCLUSION: Counseling was seldom practiced, being more practiced in the hospital where more than half of the parturients were submitted to the HIV rapid test and among women with higher level of education
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9305
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação - 188.pdf803.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.