Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9306
Title: Agregação familiar e heritabilidade de colesterol total, LDL-c e HDL-c em população assistida pelo Programa Médico de Família de Niterói - RJ
Authors: Chagas, Soraya Virginia de Miranda
metadata.dc.contributor.advisor: Rosa, Maria Luiza Garcia
metadata.dc.contributor.members: Rosa, Maria Luiza Garcia
Pereira, Rosangela Alves
Kang, Hye Chung
Issue Date: 2010
Citation: CHAGAS, Soraya Virginia de Miranda. Agregação familiar e heritabilidade de colesterol total, LDL-c e HDL-c em população assistida pelo Programa Médico de Família de Niterói - RJ. 2010. 93 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010.
Abstract: Introdução: As alterações nos teores do colesterol total (CT), LDL-c e HDL-c tem etiologia multifatorial e estão relacionadas ao aumento do risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Objetivo. Investigar se há agregação familiar do CT, LDL-c e HDL-c estimando a heritabilidade e a contribuição de fatores ambientais em famílias assistidas pelo Programa Médico de Família em Niterói-RJ. Métodos. Trata-se de um caso-controle familiar envolvendo as famílias participantes do estudo CAMELIA. As associações foram estimadas através do modelo de Equações de Estimação Generalizadas. As correlações entre pares familiares foram estimadas com o programa FCOR e a heritabilidade do CT, LDL-c e HDL-c foi estimada com o programa ASSOC. Resultados: Identificou-se agregação familiar do CT, LDL-c e HDL-c para os diferentes pares familiares com correlações brutas e ajustadas com significância estatística. A correlação entre casais foi menor do que a encontrada entre pais e filhos e entre irmãos. As maiores variações nas correlações entre CT, LDL-c e HDL-c envolveram os pares mãe/filho (r = 0.46 to r = 0.40), irmão/irmão (r=0,21 para r=024) e mãe/filha (r=0,29 para r=0,36) respectivamente. Em todos os casos, as correlações entre irmã/irmã foram as mais elevadas. Notou-se também grande diferença nas correlações quando foi introduzido o consumo de bebida alcoólica. Pode-se afirmar que, para os outros pares familiares, as variações nos coeficientes de correlação dos resíduos das regressões não variaram. As estimativas de heritabilidade variaram entre 0,32 (HDL-c) e 0,50 (CT). Estes resultados apontam para uma pequena participação de variáveis ambientais na agregação familiar do CT, LDL-c e HDL-c. Futuros estudos devem ser realizados para melhor explorar os riscos ambientais compartilhados pelas famílias, visando reconhecer os grupos vulneráveis para orientar ações em saúde e proporcionar intervenção adequada aos indivíduos que apresentem alterações nos teores de colesterol total, LDL-c e HDL-c
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: Changes in levels of total cholesterol (TC), LDL-c and HDL-c has a multifactorial etiology and are related to increased risk of developing cardiovascular diseases. Objective. To investigate whether there is familial aggregation of TC, LDL-C and HDL-C estimated heritability and the contribution of environmental factors in families assisted by the Family Health Program in Niterói. Methods. This is a case-control family involving families in the study CAMELIA. Associations were estimated by the model of generalized estimation equations. Correlations between family pairs were estimated with the program FCOR and heritability of TC, LDL-c HDL-c was estimated with the program ASSOC. Results: Among the familial aggregation of TC, LDL-C and HDL-c for different pairs familiar with crude and adjusted correlations with statistical significance. The correlation between couples was lower than that found between parents and offspring and between siblings. The largest variations in the correlations between TC, LDL-C and HDL-c involved pairs mother/son (r = 0.46 to r = 0.40), brother/brother (r = 0.21 to r = 024) and mother/daughter (r = 0.29 to r = 0.36) respectively. In all cases, the correlations between sister/sister were the highest. There is great difference in correlations was introduced the consumption of alcohol. It can be said for the other family pairs, changes in correlation coefficients of regressions the waste did not change. Heritability estimates ranged from 0.32 (HDL-c) and 0.50 (TC). These results indicate a small participation of environmental factors in familial aggregation of TC, LDL-C and HDL-c. Future studies should be carried out to explore the risks shared by families, aiming to recognize vulnerable groups to guide health actions and provide appropriate intervention to individuals who have been in levels of TC, LDL-C and HDL-c
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9306
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação - 189.pdf564.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.