Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9308
Title: Limites e possibilidades de construção da integralidade na organização da rede de serviços de saúde de São Gonçalo – RJ.
Authors: Nogueira, Juliana França
metadata.dc.contributor.advisor: Ribeiro, Carlos Dimas Martins
metadata.dc.contributor.advisorco: Senna, Mônica de Castro Maia
metadata.dc.contributor.members: Ribeiro, Carlos Dimas Martins
Senna, Mônica de Castro Maia
Giovanella, Lígia
Franco, Túlio Batista
Issue Date: 2010
Citation: NOGUEIRA, Juliana França. Limites e possibilidades de construção da integralidade na organização da rede de serviços de saúde de são Gonçalo – RJ. 2010, 107f. Dissertação (Mestrado Saúde Coletiva)- Universidade Federal Fluminense Niterói, 2010
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo analisar os limites e possibilidades de construção da integralidade a partir da integração entre os diferentes níveis de atenção do sistema de saúde no município de São Gonçalo (RJ), evidenciando os fatores que facilitam ou dificultam o acesso a estes níveis. Utilizou-se a abordagem qualitativa, envolvendo entrevistas semi-estruturadas com gestores locais, profissionais de saúde e usuários. Além disso, foi realizado levantamento bibliográfico e pesquisa de dados secundários. O estudo baseou-se no consenso de que a integralidade é dentre as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) a que tem encontrado maiores dificuldades de implementação, principalmente devido ao seu caráter polissêmico, sendo atribuído ao termo um conjunto de atributos relacionados ao sistema de saúde, à organização dos serviços e às práticas profissionais. No geral, contatou-se que o município ainda apresenta inúmeros limites à implementação da integralidade, principalmente no que tange a organização da rede de serviços de saúde. Apresenta ainda uma rede desarticulada que não é capaz de garantir o acesso dos usuários a todos os níveis do sistema, não contemplando assim todas as necessidades de saúde da população e, por conseguinte, uma atenção integral à saúde
metadata.dc.description.abstractother: This paper aims to analyze the limits and possibilities for integrality from the integration between different levels of the health’s care system in the São Gonçalo’s city (RJ), showing the factors that facilitate or interfere the access to these levels. It was used a qualitative approach involving semi-structured interviews with local managers, health’s professionals and users. In addition, there was a search bibliographic and research of secondary data. The study was based on the consensus that integrality is, among the guidelines of the Unified Health System (SUS), the one which has found more difficulties in implementation, mainly because of its ambiguous character, and given the term a set of attributes related to the system health, the organization of services and professional practices. In general, it was contacted that the city still has many limitations to the integrality implementation, especially regarding the organization's network of health services. It also presents a disarticulated network that is unable to ensure access for users at all levels of the system, thus not allowing all the health needs of the population and, therefore, an integral health care
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9308
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertao - 191.pdf428.32 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.