Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9310
Title: Análise da venda de medicamentos pela internet: o caso dos inibidores da fosfodiesterase-5
Authors: Dutra, Verano Costa
metadata.dc.contributor.advisor: Cavalini, Luciana Tricai
metadata.dc.contributor.advisorco: Kawa, Helia
metadata.dc.contributor.members: Cavalini, Luciana Tricai
Kawa, Helia
Issue Date: 2010
Citation: DUTRA, Verano Costa. Análise da venda de medicamentos pela internet: o caso dos inibidores da fosfodiesterase-5. 2010. 174 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010.
Abstract: Introdução: O uso irracional de medicamentos faz parte do processo de medicalização da sociedade, que traz mais danos que benefícios. Nesse contexto, o comércio eletrônico de medicamentos apresenta os riscos adicionais da ausência de orientação de um profissional da saúde e a oferta de medicamentos ilegais. Medicamentos com alto apelo publicitário, como os inibidores da fosfodiesterase 5 (IPDE5), podem representar casos extremos deste problema de saúde contemporâneo. Objetivo: Analisar os sites de venda de IPDE5 em língua portuguesa. Método: Estudo transversal descritivo sobre os anúncios dos medicamentos Viagra® (citrato de sildenafil), Cialis® (tadalafila), Levitra® (vardernafila) (medicamentos legais); e Pramil (citrato de sildenafil) e Eroxil (tadalafila) (medicamentos ilegais). A seleção dos sites foi feita através da ferramenta de busca Google®. Foram coletadas informações gerais sobre os sites e também sua adequação à RDC 44/2009. Resultados: Foram encontrados 497 anúncios, sendo 310 para medicamentos legais e 187 para medicamentos ilegais. Para ambos os tipos, a maioria dos anúncios foi hospedado em sites estrangeiros, e não foi possível identificar a localização do vendedor. Uma minoria dos sites, tanto legais quanto ilegais, apresentava informações sobre indicação, contra-indicação e posologia. As diferenças encontradas na distribuição de todas as variáveis de caracterização dos sites legais ou ilegais não apresentaram significância estatística. Em relação aos apelos publicitários, exceto pela palavra “Segurança”, todas as demais palavras analisadas foram mais frequentes nos anúncios de medicamentos ilegais. Ambos os tipos de sites apresentavam baixa adesão às recomendações da RDC 44/2009. Conclusão: Este estudo demonstra que a adesão à regulação da venda de medicamentos pela Internet no Brasil encontra-se em fase incipiente, sendo que esta investigação, anterior à RDC 44/2009, identificou poucas diferenças entre sites de medicamentos legais e ilegais. Assim, para além do estabelecimento do marco regulatório, intervenções mais gerais no âmbito da Saúde Pública são importantes e necessárias
metadata.dc.description.abstractother: Introduction: The irrational drug use is part of the process of medicalization of the society, which brings more harm than benefits. In this context, the e-commerce of medications has the additional risks of the absence of orientation from a healthcare professional and the offer of illegal medications. Drugs with high marketing appeal, such as the phosphodiesterasis 5 inhibitors (PD5I), may represent extreme cases of this contemporary healthcare problem. Objective: To analyze sites of e-commerce of PD5I in Portuguese language. Method: Descriptive cross-sectional study on the advertisements of the drugs Viagra® (sildenafil citrate), Cialis® (tadalafil), Levitra® (vardernafil) (legal drugs); and Pramil (sildenafil citrate) and Eroxil (tadalafil) (illegal drugs). The site selection was performed by the use of the search engine Google®. General information about the sites as well as its compliance to the RDC 44/2009 was collected. Results: A number of 497 advertisements were found, being 310 for legal and 187 for illegal drugs. For both types, the majority of advertisements were hosted on foreign sites, and it was not possible to identify the vendor location. A minority of sites, both legal and illegal, showed information on indication, counter-indication and way of use. The differences found in the distribution of all legal or illegal site features variables had no statistical significance. Regarding the marketing appeal, except for the word “Security”, all other analyzed words were more frequent on illegal drug sites. Both types of sites showed low compliance to the RDC 44/2009 recommendations. Conclusion: This study shows that the compliance to the ecommerce regulation of medications in Brazil is at its early stages, since this investigation, prior to the RDC 44/2009, showed few differences between legal and illegal drug sites. So,beyond the establishment of the regulation benchmark, more general interventions in the Public Health field are important and needed
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9310
Appears in Collections:PPGSC - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertacao - 192.pdf345.54 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.