Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9352
Title: Assistência social, família e serviço social: um debate necessário no contexto do CREAS II
Authors: Machado, Marcelle Silva
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Miriam de Freitas da
metadata.dc.contributor.members: Silva, Miriam de Freitas da
Souza, Rosany Barcellos de
Faes, Ivana Arquejada
Keywords: Politica de Assistência Social;  Família;  Serviço Social
Issue Date: Nov-2017
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: O referido trabalho pretende esclarecer como tem ocorrido no âmbito da política de assistência social a prática do serviço social voltada à família. Tal conhecimento é construído através do processo reflexivo, que resulta de levantamentos bibliográficos que clarificam a realidade da estrutura social, que afeta tanto a política aqui elencada, como o próprio serviço social e a dinâmica familiar. Nessa perspectiva, os questionamentos que surgiram no período de estágio no CREAS II deram corpo ao presente trabalho. A pesquisa qualitativa refere-se à metodologia definida, que possui por base o método dialético e a abordagem explicativa. Além disso, referências bibliográficas já publicadas foram utilizadas como também uma pesquisa de campo com entrevistas semiestruturadas e um roteiro pré-elaborado. Dado o exposto, foi possível realizar algumas reflexões frente ao campo da política de assistência social, que ainda permeia um processo de avanços e retrocessos mediante a atual conjuntura. Bem como sobre a família, que se evidenciam suas novas dinâmicas e configurações, assim como, as expressões da questão social que a transpassa por meio das interferências que a reprodução do capital produz. Além disso, o serviço social inserido nesse meio que percorre suas próprias aflições e dificuldades, que por intermédio da pesquisa pode-se clarificar. Os resultados obtidos através da pesquisa e da reflexão discorrida demonstram a necessidade de um aprofundamento teórico-metodológico, frente à realidade que constantemente modifica-se assim, alcança as famílias e interfere por vezes em suas configurações e dinamicidades, como também o serviço social e a própria política. Cabe estabelecer uma postura crítica, investigativa e alicerçada no projeto ético-politico no sentido de ampliar a política enquanto direito e afirmar que na atual sociedade existem responsabilidades que devem ser efetivadas pelo Estado ao invés da família.
metadata.dc.description.abstractother: This paper aims to clarify how the practice of social service for the family has occurred within the scope of social assistance policy. Such knowledge is built through the reflective process, which results from bibliographical surveys that clarify the reality of the social structure, which affects both the politics listed here, as well as the social service itself and the family dynamics. From this perspective, the questions that emerged during the probationary period in CREAS II gave substance to the present work. Qualitative research refers to the defined methodology, based on the dialectical method and the explanatory approach. In addition, already published bibliographical references were used as well as a field research with semi structured interviews and a pre-elaborated script. Given the above, it was possible to make some reflections on the field of social assistance policy, which still permeates a process of advances and setbacks in the current economic climate. As well as on the family, its new dynamics and configurations are evidenced, as well as the expressions of the social question that crosses it through the interferences that the reproduction of capital produces. In addition, social service inserted in this environment that runs through its own afflictions and difficulties, which through the research can be clarified. The results obtained through research and reflection reflect the need for a theoretical-methodological deepening, in the face of the reality that constantly changes and thus reaches families interfering sometimes in their configurations and dynamic cities, as well as social service and own policy. It is necessary to establish a critical, investigative and grounded position in the ethical-political project in order to expand policy as a right and affirm that in the current society there are responsibilities that must be fulfilled by the State instead of the family.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9352
Appears in Collections:SGM - Trabalhos de Conclusão de Curso - Campos dos Goytacazes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TFC MARCELLE MACHADO VERSAO FINA CD.pdf794.96 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons