Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9451
Title: Acessibilidade digital em portais científicos e de divulgação científica
Authors: Assis de Souza Almeida, Matheus
metadata.dc.contributor.advisor: Cristina Nogueira, Érica
Issue Date: 2018
Abstract: A Divulgação Científica tem tomado amplitudes inéditas, de forma que os laboratórios de pesquisas, museus e centros de ciências atualmente não se restringem apenas a um espaço físico, mas também apresentam plataformas digitais de divulgação e popularização da Ciência. Dessa forma percebemos a necessidade desses portais científicos e de divulgação científica serem acessíveis para quaisquer pessoas, independente de suas limitações físicas ou sócio-econômica. Com isso, por meio da presente pesquisa buscamos expor de forma clara a importância da acessibilidade digital. Para obtermos maior compreensão do tema foram feitos levantamentos bibliográficos, bem como estudos detalhados da legislação em vigor que estabelece padrões para determinar se um site é acessível. Para este estudo, escolhemos os portais da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Casa da Ciência, Laboratório Interinstitucional de e-Astronomia (LIneA), Planetário do Rio de Janeiro, Museu da Vida. Com o objetivo de verificarmos se os padrões estabelecidos pelo Modelo de Acessibilidade determinado pelo Governo Eletrônico (E-Mag) são seguidos utilizamos o validador automático ASES e também e verificamos os itens que tornam um portal acessível tais como : Contraste, Zoom, Impressão e Áudio Descrição. Após nossa análise, concluímos que o site mais acessível é o da Fundação Oswaldo Cruz, pois possui a maioria das ferramentas necessárias para facilitar o acesso universal a ele. Os demais sites precisam ser otimizados em pelo menos uma das orientações da legislação.
metadata.dc.description.abstractother: The Scientific Divulgation has taken unprecedented amplitudes, so that the laboratories of research, museums and centers of science at the moment are not restricted only to a physical space, but also present digital platforms of popularization and popularization of Science. In this way we perceive the necessity of these scientific portals and of scientific divulgation to be accessible to any people, regardless of their physical or socioeconomic limitations. With this, through the present research we seek to expose in a clear way the importance of digital accessibility. To get a better understanding of the topic, bibliographical surveys have been done, as well as detailed studies of the legislation in force that establishes standards to determine if a site is accessible. For this study, we chose the portals of the Oswaldo Cruz Foundation (Fiocruz), Casa da Ciência, Interinstitutional Laboratory of e-Astronomy (LIneA), Rio de Janeiro Planetarium, Life Museum. In order to verify if the standards established by the Accessibility Model determined by the Electronic Government (E-Mag) are followed we use the ASES automatic validator and also check the items that make an accessible portal such as: Contrast, Zoom, Print and Audio Description. After our analysis, we conclude that the most accessible site is the Oswaldo Cruz Foundation, because it has most of the necessary tools to facilitate universal access to it. The other sites need to be optimized in at least one of the guidelines of the legislation.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9451
Appears in Collections:PFL - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC - Matheus Assis de Souza Almeida.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons