Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/961
Title: Análise da metodologia de cálculo do preço mínimo das correntes de petróleo no Brasil
Authors: Cunha, Jeferson de Souza
metadata.dc.contributor.advisor: Ahón, Víctor Rolando Ruiz
metadata.dc.contributor.advisorco: Bispo, Luiz Henrique de Oliveira
metadata.dc.contributor.members: Ahón, Víctor Rolando Ruiz
Bispo, Luiz Henrique de Oliveira
Silva, Leandro de Mello
Ferreira, Geraldo de Souza
Issue Date: 18-Nov-2015
Abstract: A produção de hidrocarbonetos no Brasil cresce em acelerado ritmo, o que consequentemente leva a um montante maior de Participações Governamentais (PG). Por isso, diante do cenário atual de desenvolvimento das atividades de exploração e produção, os valores arrecadados com as participações governamentais constituem cada vez mais uma considerável parcela das receitas da União, dos Estados e Municípios beneficiários. Considerando a alíquota de cobrança, a produção é valorada a partir da determinação de um preço de referência. Para este valor utiliza-se uma média ponderada dos preços de venda do petróleo ou o preço mínimo do petróleo, aplicando-se o que for maior. O cálculo do preço mínimo é definido através da Portaria ANP nº 206/2000, a qual estabelece os tipos de petróleo no Brasil, denominados correntes. Para cada uma destas correntes é realizada a análise dos pontos de ebulição verdadeiros, conhecida como curva PEV, definindo as frações leves, médias e pesadas existentes em cada tipo de Petróleo. A partir das frações, o petróleo de uma corrente é valorado utilizando cotações internacionais do mercado financeiro. Portanto, sendo o preço mínimo do petróleo um dos alicerces para o cálculo dos royalties, o presente trabalho se propõe a analisar a metodologia de cálculo apresentada pela Portaria ANP nº 206/2000, levantando questionamentos e avaliando possíveis pontos de melhoria na valoração do petróleo.
metadata.dc.description.abstractother: The production of hydrocarbons in Brazil grows in fast pace, which in turn leads to an increased amount of Government Participation. Therefore, given the current scenario of development of exploration and production, the amounts collected with government take up an increasingly significant portion of the revenue of the Brazil, his States and Municipalities beneficiaries. Considering the rate of recovery, production is valued from the determination of a reference price. To this value we use a weighted average of the sales prices of oil or the minimum price of oil, applying whichever is greater. The calculation of the minimum price is set by ANP No. 206/2000, which establishes the types of oil in Brazil, called streams. For each of these streams is performed to analyze the true boiling points, known as TBP curve, defining the fractional light, medium and heavy in each type of oil. From the fraction of oil is valued using a current international financial market quotations. Therefore, with the minimum price of oil one of the foundations for the calculation of royalties, this study aims to analyze the methodology of calculation presented by the ANP nº 206/2000, raising questions and evaluating potential areas for improvement in the valuation of oil.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/961
Appears in Collections:TGO - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jeferson de Souza Cunha.pdf2.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.