Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9624
Title: A cidade de Niterói, sua territorialidade e atitude blazé
Authors: Viana, Diego Barreto
metadata.dc.contributor.advisor: Cruvello, Elisabete
metadata.dc.contributor.members: Ribeiro, Ana Maria Motta
Santos, Valdeci Ribeiro dos
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Abstract: O objetivo deste trabalho é analisar a territorialidade da cidade de Niterói e sua configuração na atitude blazé dessa cidade sob a luz da crítica a modernidade, que sublinha o padrão do individuo à sociedade idealizada e naturalizando as condições para a conformação da postura de indiferença e distanciamento. As questões norteadoras desse trabalho são: o que significa atitude blasé? Como o processo urbanístico idealizado naturaliza a desigualdade social da cidade? E como as consequências da violência urbana, institucional e simbólica influem ações e reações dos atores sociais em interação social? A discussão teórica se sustenta em autores como George Simmel, Robert Park, além de outros estudiosos sobre o tema como Sérgio Adorno e Salvador Mata e Silva. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, baseada na análise crítica de produções acadêmicas acerca dos fenômenos urbanos aplicados aos fatores históricos do território de Niterói. Nessa perspectiva, demonstra que padrão de relações sociais caracterizado pela formalidade e impessoalidade constitui um potencializador do individualismo exacerbado e um facilitador do controle social aos interesses dos monopólios econômicos na cidade.
metadata.dc.description.abstractother: The objective of this work is to analyze the territoriality of the city of Niterói and its configuration in the blazé attitude of this city under the light of the critique of modernity, which emphasizes the standard of the individual to the idealized society and naturalizing the conditions for the conformation of the posture of indifference and detachment. The guiding questions of this work are: What does blasé attitude mean? How does the idealized urbanization process naturalize the social inequality of the city? And how do the consequences of urban, institutional and symbolic violence influence the actions and reactions of social actors in social interaction? The theoretical discussion is based on authors such as Simmel George, Park Robert, as well as other scholars on the subject such as Adorno Sérgio and Silva Salvador Mata e. This is a qualitative research, based on the critical analysis of academic productions about the urban phenomena applied to the historical factors of the territory of Niterói. From this perspective, it demonstrates that the pattern of social relations characterized by formality and impersonality constitutes a potentiator of exacerbated individualism and a facilitator of social control over the interests of economic monopolies in the city.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9624
Appears in Collections:GGS - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Diego-Bacharelado.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.