Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9727
Title: Terapia Fotodinâmica com metilaminolevulinato no tratamento das ceratoses actínicas: Estudo clínico comparativo entre as técnicas convencional e a associada ao Laser de CO2 e ultrassom de impacto com período de incubação reduzido
Authors: Pires, Marianna Tavares Fernandes
metadata.dc.contributor.advisor: Issa, Maria Cláudia Almeida
metadata.dc.contributor.advisorco: Durães, Sandra Maria Barbosa
metadata.dc.contributor.members: Setúbal, Sérgio
Luz, Flávio Barbosa
Abulafia, Luna Azulay
Issue Date: 2019
Citation: PIRES, Marianna Tavares Fernandes. Terapia Fotodinâmica com metilaminolevulinato no tratamento das ceratoses actínicas: estudo clínico comparativo entre as técnicas convencional e a associada ao Laser de CO2 e ultrassom de impacto com período de incubação reduzido. 2019 96 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Médicas) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2019.
Abstract: O protocolo de terapia fotodinâmica convencional é definido com o tempo de três horas para a penetração adequada do fotossensibilizante metilaminolevulinato na pele durante o tratamento do câncer de pele não melanoma, incluindo as ceratoses actínicas. Após este período, a lesão é exposta à radiação luminosa no espectro de luz visível, desencadeando uma reação fotoquímica e subsequente destruição das células atípicas. A associação de métodos ablativos, como o laser de CO2, à terapia fotodinâmica convencional com o objetivo de aumentar a permeação do metilaminolevulinato pela camada córnea, vem sendo avaliada como um possível modo de reduzir o tempo de incubação do fotossensibilizante durante o tratamento das ceratoses actínicas e da pele fotodanificada (alterações da textura, pigmentação e rugas), sem redução da eficácia terapêutica. Este estudo comparou a eficácia clínica da terapia fotodinâmica convencional (metilaminolevulinato por três horas) com a terapia fotodinâmica associada ao laser de CO2 e ao ultrassom de impacto com o fim de reduzir o tempo de incubação para uma hora no tratamento da pele fotodanificada dos antebraços, acometida de ceratoses actínicas. Cada um dos protocolos de tratamento foi aplicado em um dos antebraços, escolhidos aleatoriamente por sorteio através de um aplicativo de randomização, para assegurar que o número de lesões de ceratose actínica fosse semelhante entre os dois lados. Todos os quinze pacientes estudados foram acompanhados por 6 meses, até o término do estudo. Foi utilizado nível de significância de p<0,05. Após seis meses de acompanhamento, houve melhora clínica das ceratoses actínicas em 65% dos lados tratados com terapia fotodinâmica convencional e com três horas de incubação de metilaminolevulinato (p=0,0011), e em 72% dos lados tratados com terapia fotodinâmica associada a laser de CO2 com tempo de incubação reduzido para uma hora (p=0,0001). Embora os resultados clínicos obtidos com ambos os tratamentos não apresentem diferença estatisticamente significativa, a associação do laser de CO2 e ultrassom de impacto permitiu a redução do tempo de incubação do metilaminolevulinato para uma hora. A melhora clínica de outras alterações decorrentes do fotoenvelhecimento, como textura, rugas e pigmentação, foi mais evidente no lado tratado com terapia fotodinâmica associada ao laser. Esse estudo demonstra que a redução do tempo de incubação do metilaminolevulinato para uma hora associado ao uso de laser de CO2 e do ultrassom de impacto é um método promissor no tratamento da pele fotodanificada com ceratose actínica
metadata.dc.description.abstractother: The protocol of conventional photodynamic therapy (PDT) defines that a three-hour incubation period is necessary for adequate methyl aminolevulinate penetration through the skin barrier in the treatment of non-melanoma skin cancer and actinic keratosis. After this incubation period, the skin lesion is exposed to a luminous radiation in the spectrum of visible light, releasing a photochemical reaction and the subsequent destruction of atypical cells. The association of ablative methods as CO2 fractional laser and impact ultrasound (US) to conventional PDT in order to increase penetration of methyl aminolevulinate through stratum corneum is being evaluated as a possible technique to reduce the incubation time of this photosensitizer in the treatment of actinic keratosis and photodamaged skin (changes in texture, pigmentation and wrinkles) without reducing its therapeutic effectiveness. This study compared the clinical efficacy of conventional PDT (three-hour incubation of methyl aminolevulinate) with the PDT associated with CO2 laser and impact US (1-hour incubation of methyl aminolevulinate) in the treatment of photodamaged skin with actinic keratosis on the forearms. Each treatment protocol was performed in one randomly chosen forearm, so the number of actinic keratosis in both forearms was similar. All 15 patients completed the study and were followed up for six months. A significance level of p <0.05 was used. The conventional PDT with three-hours incubation time resulted in a reduction of actinic keratosis lesions of 65% (p=0.0011) after 6 months, while the side treated with impact US and laser-assisted PDT with 1- hour incubation of the methyl aminolevulinate had a reduction of 72% (p=0.0001) of actinic keratosis lesions on the same period. Although the clinical results obtained with both treatments did not present a statistically significant difference, the association of the CO2 laser and impact ultrasound permitted the reduction of the incubation time of methyl aminolevulinate to one hour. Cosmetic outcomes such as texture, pigmentation and wrinkles have more evident improvement on the side treated with laser-assisted PDT. This study shows that impact US and CO2 laserassisted PDT allows the reducing the methyl aminolevulinate incubation time to 1 hour and is a promising method for the treatment of photodamaged skin with actinic keratosis
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9727
Appears in Collections:PPGCM - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação MP 2019 impressão em PDF.pdf8.44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons