Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9764
Title: Avaliação da distribuição de tensões geradas por forças da mastigação em implantes com conexões dos tipos: cone morse, hexagonal externa e interna: método de elementos finitos
Authors: Albuquerque, Camila Moraes
metadata.dc.contributor.advisor: Gouvêa, Cresus Vinícius Depes de
Issue Date: 2009
Abstract: A Implatodontia tem sido cada vez mais aplicada na clínica odontológica e em conseqüência do aumento da demanda, houve também um grande avanço científico e tecnológico nesta área. Com isso muitos sistemas de implantes e conexões foram criados e, por conseguinte, muitas dúvidas a respeito do processo de escolha dos mesmos foram geradas. Este trabalho analisou a distribuição de tensões, através do método de elementos finitos, utilizando uma figura geométrica de um primeiro pré-molar inferior direito, em três diferentes sistemas de conexões de implantes dentários, sendo eles: Cone Morse, Hexágono Externo e Hexágono Interno e teve por objetivo verificar qual destes distribui melhor as tensões aplicadas. Foram confeccionadas 3 (três) amostras matemáticas que se denominou de Grupo I, Grupo II e Grupo III: Grupo I – cone morse; Grupo II – hexágono externo e Grupo III – hexágono interno. As amostras foram submetidas a uma carga estática de 100 N com velocidade gradual. Foram aplicadas 3 incidências de forças nas amostras. Na primeira incidência a força foi direcionada na vertente triturante da cúspide vestibular, com uma inclinação de 45º em cada um dos grupos. Na segunda incidência foi aplicada uma força vertical em fundo de fossa, também para cada um dos três grupos. Na terceira incidência foi aplicada uma carga vertical, em três pontos distintos na face oclusal, simulando o tripoidismo em cada uma das amostras descritas. Após a análise das tensões em cada um dos grupos, observou-se que: a conexão hexagonal externa foi a que apresentou o maior acúmulo de tensões, em todo o seu sistema e nos tecidos de sustentação e a conexão hexagonal interna, em alguns momentos, tem a distribuição das tensões similar ao hexágono externo e em outras situações se assemelhando com o cone morse, sendo considerada como intermediária na distribuição de tensões e concluiu-se que o cone morse, foi o sistema que apresentou o menor acúmulo de tensões, sendo portanto, dos três sistemas avaliados, o que melhor distribuiu as tensões aplicadas.
metadata.dc.description.abstractother: The implantology have been very applied in a Dental Clinic as a result of increased demand, there was also a great scientific and technological advancement in this area. Becouse of this, many implant systems and connections were created and, therefore, many questions about the process for choosing them were generated. This work analysed the distribution of strains by the finite elements method, using a figure of the first premolar inferior, on a three different systems of connection of dental implants, such as: Cone Morse, External Hexagon and Internal Hexagon. The aim of this study was to determine which of these systems better distributes the strengths applied. Three math samples were made and denominated as Group I – Cone Morse (testimony group); Group II – External Hexagon and Group III – Internal Hexagon. The three samples were submitted by statical strengths of 100 N with gradual speed. Three tests were applied to the samples. In the first test, the strength was incised on the vestibular cusp at 45º inclined on the three samples. In the second test, the strength was applied in funds fossa on the three samples too. In the third test, the strength was applied on three distincts points on the oclusal face simulating a tripodism on the three samples. After finishing the tests, the observations were that external hexagon showed highest accumulation of strengths overall the system and sustenance tissue; internal hexagon sometimes had the distribution of strains similar to external hexagon and in other situations similar to cone morse, being considerate as intermediary in the distribution of strains and the conclusion was cone morse was the system that showed the smaller accumulation of strengths being considerate, among the three samples evaluated, the best system in distribution of the strains applied.
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9764
Appears in Collections:PPGO - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Camila Albuquerque.pdf867.19 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.