Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/983
Title: Uso da Bota de Unna comparado à bandagem elástica em úlceras venosas: estudo clínico
Authors: Abreu, Alcione Matos de
metadata.dc.contributor.advisor: Oliveira, Beatriz Guitton Renaud Baptista de
metadata.dc.contributor.members: Brandão, Marcos Antônio Gomes
Santana, Rosimere Ferreira
Stipp, Marluci Andrade Conceição
Camacho, Alessandra Conceição Leite Funchal
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade Federal Fluminense
Citation: Abreu, Alcione Matos de. Uso da Bota de Unna comparado à bandagem elástica em úlceras venosas: estudo clínico. 2012. 88 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde)- Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa, Niterói, 2012
Abstract: Este estudo teve os objetivos de avaliar os resultados clínicos e evolutivos do processo de reparo teci-dual em pacientes com úlcera venosa em uso da terapia compressiva inelástica (Bota de Unna) em comparação ao uso da terapia compressiva elástica (atadura elástica); e, analisar se existe variação significativa na área da úlcera ao longo de 13 semanas de tratamento nos dois grupos. Metodologia: Trata-se de um estudo clínico experimental randomizado e controlado, aberto, prospectivo, com abor-dagem quantitativa, realizado em um hospital universitário. A amostra foi de 18 pacientes, acompa-nhados por 13 semanas. Para alocação aleatória foi realizada uma lista através do software Biostat 5.0 que realizou o sorteio dos participantes em um dos grupos, onde metade destes utilizaram como trata-mento para as úlceras venosas a Bota de Unna, e a outra metade a atadura elástica. Todos os voluntá-rios atenderam aos critérios de inclusão. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina, sob o protocolo nº 327/2010 e CAAE:0252.0.258-000-10, os termos de consentimento e fotografia encontram-se de acordo com as Resoluções 196/96. A coleta de dados foi realizada durante seis meses, pela enfermeira pesquisadora e por uma bolsista de iniciação científica. Os dados foram analisados no SPSS 14.0 Windows, através de estatística descritiva e inferencial, e apresentados na forma de tabelas, quadros e gráficos. Entre os pesquisados, pôde-se identificar que (61,1%) eram homens e adultos, moradores de Niterói /RJ (66,6%) e com baixo grau de escolaridade (55,5%). Em relação às características clínicas das úlceras, encontrou-se que no grupo B, úlceras mais exsudativas, com maior tempo de evolução e maiores áreas. Já o Grupo A apresentou o maior numero de úlceras com presença no leito com tecido de hipergranulação e ou desvitalizado e destacou-se como a terapia compressiva mais confortável. O uso da Bota de Unna macerou as bordas das úlceras e a Gaze Petrolatum® levou a formação de crostas perilesional. Em relação a redução da área das úlceras venosas, pelo teste de ANOVA de Friedman, observou-se que existe queda significativa, ao nível de 5%, na área da úlcera apenas no grupo B (p < 0,0001) ao longo de todo o tratamento, mas pode-se dizer, que existe uma tendência do grupo A apresentar queda na área da lesão (p = 0,06), após a 5ª consulta. Conclui-se que a Bota de Unna apresentou melhor resultado em úlceras venosas com áreas superiores a 10 cm² e o uso da Gaze Petrolatum® com a atadura elástica em úlceras venosas inferiores a 10 cm².
metadata.dc.description.abstractother: This study aimed to evaluate clinical and evolutionist results of the process of tissues repairing in pa-tients with venous ulcer using the compressive inelastic (Unna Boot) comparing the usage of compres-sive elastic therapy (elastic bandage) and analyzing if there is a meaningful variation in the ulcer area with 13 weeks of treatment in both groups. Methodology: Concerning in a experimental, randomized and controlled, opened, prospective study with quantitative approach in a College Hospital. A sample of 18 patients was monitoring for 13 weeks. It was achieved a list of two groups in randomized draw by Biostat 5.0 software where half of participants used as therapy Unna Boot in venous ulcer and the other half of them used the elastic bandage one. All volunteers followed the inclusion criteria. This study was approved by The Committee of Ethics in research of Medical College; under the protocol number no 327/2010 and CAAE: 0252.0.258-000-10, terms of authorization and photography are in agreement to the resolutions 196/96. The data collection was done for six months by researcher nurse and a scholarship student of scientific study. Such data were analyzed in SAS 6.11, through descrip-tive and inferential statistic and performed in tables, squares and graphs. Among participants could identify that (61%) were adult male; inhabitants from Niteroi/RJ (66,6%) with a low degree of educa-tion (55,5%). Regarding to the ulcer clinical characteristics in Unna Boot group was found ulcers with more exsudation, with longer evolution time and larger areas. In elastic bandage group, a great number of ulcers with hyper-granulation and or desvitalization tissue on the bed was remarkable as the most comfortable compressive therapy. The usage of Unna Boot softened the ulcer borders and in the Petro-latum® Gaze took as a result a formation of a scab around the lesion. In relation to the reduction of venous ulcer area due to the ANOVA Friedman Test, analyzed that there is a meaningful decrease to the level of 5%, in the ulcer area in group B (p<0,0001) along of all the treatment, but there is a ten-dency of group A in performing a reduction in the affected area after the 5th consultation. Concluding that the Unna Boot performed better/satisfactory results in venous ulcer with area superior to 3.93 in². and the usage of Petrolatum® Gaze with elastic bandage in venous ulcer was inferior to 3.93 in².
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/983
Appears in Collections:PACCS - Teses e Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alcione Matos de Abreu.pdf2.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.