Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9946
Title: Que professor é esse? Uma análise discursiva sobre o professor (da) e a Escola Pública no Jornal Nacional
Authors: Santos, Regiane Gomes dos
metadata.dc.contributor.advisor: Silva, Silmara Dela
metadata.dc.contributor.members: Lunkes, Fernanda Luzia
Rodrigues, Andréa
Issue Date: 10-Mar-2018
Abstract: Como se dá o funcionamento do discurso jornalístico, ao narrar sobre o professor (da) e a escola pública? Para responder a essa indagação, apresentamos como proposta, nesta dissertação, uma análise discursiva da série de reportagens Aprender para Ensinar, exibida no Jornal Nacional, principal noticiário da Rede Globo de Televisão. Composta por 5 reportagens, exibida no período de 2 a 7 de fevereiro de 2015. A série de reportagens reúne dizeres sobre o professor (da) e a escola pública no Brasil, participando, assim, da produção de sentidos sobre a prática docente na esfera pública em condições de produção específicas: o início do segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, que havia elegido como lema de seu mandato “Brasil, Pátria Educadora”. A nossa pesquisa filia-se ao aparato teórico metodológico da Análise do Discurso de linha francesa, desenvolvida a partir da proposta do filósofo Michel Pêcheux, que considera, sobretudo as condições de produção do discurso e seu funcionamento imaginário, o que nos abre a possibilidade de pensar os processos de significação na relação com a exterioridade da língua. Nesse percurso de pesquisa mobilizamos noções importantes do quadro teórico-metodológico da Análise do Discurso, tais como: condições de produção, formações imaginárias, memória como interdiscurso e ideologia. Especificamente para tratarmos do funcionamento do discurso jornalístico, foram fundamentais as noções de narratividade e de discurso sobre, sendo esta uma modalidade discursiva, de caráter institucional, que nos possibilita refletir sobre a maneira da imprensa jornalística trabalhar a informação. Além disso, recorremos à noção de acontecimento jornalístico para desnaturalizar a ideia de “fato” sobre o qual o jornalismo tradicionalmente se sustenta, e mostramos o modo como se reproduz, em suas práticas, uma memória metálica, ao distribuir a variedade do mesmo em série. Ao final das análises, apontamos o modo como se constituem sentidos no dizer do telejornal para o professor (da) e a escola pública: por meio da compreensão do fazer jornalístico, as nossas análises contribuem para pensar na maneira pela qual a mídia, ao trabalhar o político pela língua, controla os efeitos de sentidos sobre a classe trabalhadora
metadata.dc.description.abstractother: How is the journalistic discourse constructed, when narrating about the teacher and the public education? To answer this question, we present in this research a discursive analysis of a series of articles named Learn for Teaching, shown in Jornal Nacional, the main news broadcast of Rede Globo de Televisão. Composed of 5 reports, which were presented from February 2 to 7, 2015, the reports gathers comments about the teachers and public education in Brazil, thus taking part in the production of meanings about the teaching practice in the public sphere under specific conditions of production: the beginning of the second term of President Dilma Rousseff, who had chosen the motto of her mandate as "Brazil, Educating Country". Our research is based on the theoretical methodological apparatus of the Discourse Analysis of French Line, developed from the proposal of the philosopher Michel Pêcheux, which considers, above all, the conditions of production of discourse and its imaginary functioning, which opens the possibility of thinking of the processes of signification in relation to the externality of the language. In this research group, we mobilize important notions of Discourse Analysis theoretical-methodological framework, such as: conditions of production, imaginary formations, memory as interdiscourse and ideology. Especially concerning how the journalistic discourse operates, the notions of narrativity and discourse about played a fundamental role in the research, as a discursive modality, of an institutional character, that allows us to reflect on the way the journalistic press manages information. Moreover, we deal with the notion of journalistic event to denaturalize the idea of "fact" in which journalism is traditionally supported, and we show how a metallic memory reproduces itself in its practices by distributing varieties of the same discourse in series. At the end of the analysis, we point out the way television news is told to the teacher and to the public school: through our understanding of journalistic work, our reflections contribute to the way in which the media, while working the political through the use of the language, controls the effects of meanings on the working class
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9946
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de mestrado - Regiane,.pdf491.71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.