Please use this identifier to cite or link to this item: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9993
Title: Funções semântico-pragmáticas das construções conformativas oracionais: uma análise centrada no uso
Authors: Oliveira, Myllena Paiva Pinto de
metadata.dc.contributor.advisor: Rosário, Ivo da Costa do
metadata.dc.contributor.members: Wiedemer, Marcos Luiz
Dias, Nilza Barrozo
Issue Date: 22-May-2018
Abstract: Este trabalho tem como objetivo detectar os padrões funcionais desempenhados pelas construções conformativas oracionais (CCOs). Em termos formais, pode-se representar a CCO da seguinte maneira: {[SC][SM]}, ou seja, {[segmento conformativo] + [segmento matriz]}. A análise se dá com base em pressupostos da Linguística Funcional Centrada no Uso (LFCU), que se origina da apropriação de alguns postulados da Linguística Cognitiva por parte da Linguística Funcional. De acordo com os postulados da LFCU, a gramática de uma língua é produto da interação de fatores sociais, cognitivos e internos à língua. Aqui, toma-se o conceito de construção (GOLDBERG, 1995; TRAUGOTT e TROUSDALE, 2013) que abrange desde unidades simples, como morfemas, até unidades complexas, como se propõe aqui para os tradicionais períodos compostos. Destaca-se também o fato de Croft (2001) afirmar sobre a possibilidade de polissemia de construções: significados podem se originar de outros mais gerais por meio de analogia. Empreendeu-se análise sincrônica em corpus constituído de dados escritos reais, retirados da Revista Poli – Saúde, Educação e Trabalho. Exploram-se 48 edições da revista, de onde se detectam 243 tokens de CCOs. Com base na análise desses constructos, evidenciam-se quatro funções semântico-pragmáticas, quais sejam: validadora, referencial, explicativa e atributiva. A ordem da estrutura construcional {[SC][SM]} pode sofrer modificações dependendo da relação funcional que desempenha em determinados contextos. Trata-se de um caso de polissemia construcional, tendo em vista que não se identifica uma contraparte formal específica para cada função descrita
metadata.dc.description.abstractother: This dissertation aims to detect the functional patterns performed by the conformative clause constructions (CCCs). In formal terms, the CCC can be represented, as follows: {[CS][MS]}. The order of this structure can undergo modifications depending on the functional relation which it performs in certain contexts. The analysis is given by the assumptions of the Usage-Based Functional Linguistics, which has its origins in the appropriation of some postulates of Cognitive Linguistics through Functional Linguistics. According to the FLCU’s postulates, the language’s grammar is the product of the interaction among social, cognitive and internal factors related to the language. Here, is taken the concept of construction (GOLDBERG, 1995, TRAUGOTT and TROUSDALE, 2013), which includes simple units, such as morphemes, and others, as complex, as are proposed here for the traditional compound sentences. It is also highlighted the fact that Croft (2001) affirms the possibility of constructions’ polysemy: meanings can be originated from others, more general, through analogy. Synchronic analysis was undertaken in corpus constituted by real data, clipped from Poli – Saúde, Educação e Saúde. It explores 48 editions of the magazine, where 243 tokens of CCCs are detected. Based on these constructs’ analysis, there are four functions evidenced, such as: validative, referential, explanatory and attributive. This is a case of constructional polysemy, which there is not a specific formal counterpart identified for each function described
URI: https://app.uff.br/riuff/handle/1/9993
Appears in Collections:POSLING - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
myllena paiva pinto de oliveira.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.